X
06 de Junho de 2020, 18:05

Autor Tópico: Weigl (28)  (Lida 1736 vezes)

SLB_Fanatic

  • *
  • Mensagens: 25963
  • "... nunca encontrou rival neste nosso Portugal! "
Re: Weigl (28)
« Responder #75 em: 01 de Março de 2020, 22:40 »
Acho impressionante que digam que ele era capaz de dar um bom número 8, quando ele em campo com a bola nos pés está constantemente a passar para trás e para o lado. Até fui pesquisar por reports dele no Dortmund para perceber se a atitude dele se deve ao Lage, mas parece que é a imagem de marca: AQUI

Se há coisa que denoto nele e que ficou bem visível no jogo de Barcelos é que ele tenta sempre sair a jogar para a frente. E isso ficou bem demonstrado em comparação com o jogo anterior em que jogou o Florentino e que, esse sim, só joga para trás e para o lado.
YOU'LL NEVER WALK ALONE

Rebelde

  • *
  • Mensagens: 26181
  • Awards: Vencedor Predictor 2015/2016Vencedor Predictor 2012/2013
Re: Weigl (28)
« Responder #76 em: 02 de Março de 2020, 22:55 »
Para quem diz que ele tenta jogar para a frente, que me diga um movimento de desequilíbrio ofensivo que ele tenha feito hoje. Ridículo! Ao ponto de até o burro do Lage ter preferido manter o Samaris amarelado do que a ele!

Opah, se ele ainda fosse um monstro a defender, tudo bem. Mas nem isso.
Rumo ao 38!

SLB_Fanatic

  • *
  • Mensagens: 25963
  • "... nunca encontrou rival neste nosso Portugal! "
Re: Weigl (28)
« Responder #77 em: 03 de Março de 2020, 10:12 »
Para quem diz que ele tenta jogar para a frente, que me diga um movimento de desequilíbrio ofensivo que ele tenha feito hoje. Ridículo! Ao ponto de até o burro do Lage ter preferido manter o Samaris amarelado do que a ele!

Em Barcelos, sim. Ontem não esteve bem. Mas quem esteve?!
YOU'LL NEVER WALK ALONE

Rebelde

  • *
  • Mensagens: 26181
  • Awards: Vencedor Predictor 2015/2016Vencedor Predictor 2012/2013
Re: Weigl (28)
« Responder #78 em: 03 de Março de 2020, 21:54 »
A mim não me interessa que ele tenha feito uns passes num jogo ou outro (nada de memorável, porque não me lembro de nenhuma assistência, desmarcação feita por ele), a verdade é que 99% das vezes ele passa para o lado ou para trás, zero risco.

O Samaris deu muito mais ao ataque que este Florentino branco.
Rumo ao 38!

lastprophet

  • *
  • Mensagens: 5387
  • Aos 34 quero o 37!
Re: Weigl (28)
« Responder #79 em: 04 de Março de 2020, 12:47 »
Ora bem.
Ao menos não estou sozinho neste caso  :ah:
"O Real ou o Barça são como teatros gigantescos e nós, os jogadores, somos os actores principais de uma grandiosa encenação. No Benfica é outra coisa, mais ligada ao sentimento, ao povo, à paixão. Vem das raízes, é genuíno. Os adeptos conseguem transmitir-nos exactamente o que lhes vai na alma.Sentimos essa força na pele. (...)" - Saviola

AguiaNina_SLB

  • *
  • Mensagens: 5979
Re: Weigl (28)
« Responder #80 em: 04 de Março de 2020, 13:56 »
Ou então não está bem trabalhado... Talvez seja um pouquinho melhor que o Florentino, mas com uma Lage numa fase decadente não vamos lá. Alguem que ensine a arriscar mais. Mas que esses passes não desiquilibrem a equipa.

SLB_Fanatic

  • *
  • Mensagens: 25963
  • "... nunca encontrou rival neste nosso Portugal! "
Re: Weigl (28)
« Responder #81 em: 30 de Março de 2020, 12:25 »
Citação de: abola.pt
Weigl em entrevista A Bola: «Sei que posso ajudar mais a equipa»

Chegou em janeiro e foi uma das transferências sensação dos últimos anos: trocou a poderosa Bundesliga pelo campeonato português, o Dortmund pelo Benfica. Em entrevista que pode ler este domingo em A BOLA, o médio explica que precisava de um novo desafio, fala do momento da águia, do que podem esperar dele e daquilo que Bruno Lage lhe pede para ajudar a equipa.

- Quais são as primeiras impressões sobre o Benfica e o campeonato português, agora que já leva onze jogos com o emblema da águia?

- Estou muito contente por estar aqui. As primeiras impressões foram muito, muito boas. Toda a gente me recebeu e tem tratado muito bem, toda a gente tem sido realmente muito simpática. É verdade que tivemos alguns jogos em que não conseguimos os resultados que pretendíamos, que era vencer, mas acho que ainda temos todas as hipóteses intactas para vencer o campeonato e a Taça de Portugal. E estou ansioso pelos próximos jogos.

- Está a gostar?

- Sim, claro. Trata-se de um novo desafio para mim e sempre gostei de novos desafios… por isso, sim estou empenhado para tudo dar certo.

- Qual foi a primeira reação quando soube que o Benfica estava interessado na sua contratação?

- Fiquei realmente muito excitado. Conheço o Benfica há muito tempo e vieram-me à memória alguns jogos que me lembrava de ter visto do Benfica e lembrava-me do bom ambiente no estádio. Fiquei excitado e quis ouvir e saber mais sobre o Benfica e a hipótese de vir para cá.

- O que fez? Informou-se com alguém? Raphael Guerreiro ou Witsel?

- Sim, falei com ambos. Falaram-me do clube, deram-me informações sobre o campeonato português, sobre a cidade e o país. Axel [Witsel], por ter jogado no Benfica, acabou por dar mais informações. Disse-me que o Benfica trata todos como se fossem uma grande família, que era um clube realmente muito bom e que luta sempre, ano após ano, para conquistar títulos , com adeptos fantásticos sempre a apoiar. Foram palavras importantes que me ajudaram, percebi que ainda hoje ele [Witsel] tem grande consideração pelo clube.

- Tem 24 anos, 300 jogos no total, 171 no Borussia Dortmund, foi internacional sub-19, sub-20, sub-21 e chegou à Seleção A da Alemanha. O que é que o motivou a mudar-se para Portugal?

- Queria fazer algo novo, diferente e precisava de um novo desafio na minha carreira, num país diferente. Quis muito isto, esta nova aventura, por assim dizer. Penso que isso, também, irá permitir-me crescer como jogador e como pessoa. E como já referi senti esse feeling especial quando percebi que o Benfica me queria, quando vi a força que fizeram para me ter. Isso, combinado com o desejo de um novo desafio, num novo país (num lindo país, já agora) fez-me sentir que estava a dar o passo certo e foi por isso que quis vir.

- Sente o peso de ter custado 20 milhões de euros?

- Não é coisa em que pense. Sei que o Benfica pagou muito dinheiro pelo meu passe, mas confio muito em mim e nas minhas capacidades. Estou a atravessar um processo e aqui agora tudo é novo para mim: novo clube, novo país, nova linguagem, novas pessoas, novos jogadores a quem tenho de me adaptar para me integrar na equipa. Tenho de saber onde os jogadores gostam de estar no campo e como pensam. É um processo evolutivo, confio muito neste processo e estou certo que vou encaixar [na equipa].

- Já vimos o verdadeiro Weigl? O que é que pode acrescentar ao Benfica?

- Sou sempre eu jogando bem ou jogando mal. Sei que posso ajudar mais a equipa, sei que tenho de melhorar e controlar o jogo. É claro que quero fazer mais passes determinantes para os companheiros e com isso ajudar na nossa forma de jogar, marcar os ritmos do jogo, sobretudo do ponto de vista defensivo. Essas são as coisas que posso acrescentar à equipa. E, claro, acrescentar também a minha experiência: tenho muitos jogos internacionais nas pernas e acho que posso ajudar nessa parte.

Citação de: abola.pt
Weigl revela o que Bruno Lage pede

Em entrevista que pode ler na edição deste domingo de A BOLA, Julian Weigl conta aquilo que Bruno Lage lhe pede para ajudar a equipa.

- Que avaliação faz do nível do plantel do Benfica?

- Acho que temos um plantel de grande qualidade com uma mescla de jogadores experientes e jovens que trabalham todos os dias de forma muito intensa. Por isso estou seguro que temos o melhor plantel da Liga.

- Como analisa a concorrência interna: Samaris, Florentino, Gabriel e Taarabt?

- Acho que todos ajudam, todos colocam a experiência que têm em prática para ajudar a equipa e para todos melhorarmos seja nos jogos seja nos treinos. Temos uma competição saudável entre nós, cada um dá o melhor que tem e creio que isso é muito positivo. Temos uma boa relação entre todos e isso é algo de muito positivo, sinto isso.

- E em relação a Bruno Lage, como são os métodos dele?

- Tem feito um grande trabalho à frente do Benfica, trabalhamos muito todos os detalhes, insiste muito em todos os pormenores do jogo para sermos uma melhor equipa. Fala muito connosco, procura manter o nosso foco, puxando por cada um de nós para todos juntos sermos mais fortes coletivamente.

- O que lhe pede o treinador?

- Quer que controle o jogo, pede-me estabelecer o ritmo, para decidir quando é preciso segurar a bola e baixar o ritmo ou intensificar a pressão, dar velocidade e partir para o ataque. É claro que me pede para ter uma palavra importante nas missões defensivas de modo a dar um bom equilíbrio à equipa.

Citação de: abola.pt
«Os Benfiquistas têm boas razões para acreditar que iremos conquistar o título»

Chegou à Luz em janeiro e conta 11 jogos de águia ao peito. Julian Weigl, em entrevista que pode ler este domingo em A BOLA, assume que a derrota com o FC Porto doeu, mas acredita que os encarnados têm bons motivos para acreditar na conquista do título.
 
- Sabe o que é o Marquês?

- Sim, os meus colegas já me falaram. Creio tratar-se de uma praça em Lisboa onde os adeptos se reúnem para festejar os títulos de campeão juntamente com toda a equipa. Falam-me disso muitas vezes, com muita emoção.

- Já viu imagens?

- Sim, já vi algumas imagens. Fiquei impressionado e com vontade de estar lá também rapidamente.

- Os benfiquistas têm razões para acreditar na conquista do título?

- Sim, têm boas razões para acreditar que iremos conquistar o título…

- Porquê?

- Estamos apenas um ponto atrás do líder e temos muita qualidade na equipa e apenas temos de continuar a trabalhar como o temos feito. Se assim acontecer de certeza que as vitórias vão voltar e a sorte voltará a acompanhar-nos para voltarmos ao primeiro lugar. Juntamente com eles, com os adeptos, podemos continuar fortes na nossa caminhada e vencer o campeonato.

- Acredita que a equipa vai voltar com o mesmo rendimento após esta paragem forçada?

- Estamos a enfrentar uma situação difícil e nova para todos. Não sabemos quando podemos voltar a treinar e a competir de forma normal. Por isso temos de manter o profissionalismo, continuar a trabalhar forte a parte física, embora de forma individual, para estarmos preparados para tudo. Não podemos dizer quando vamos voltar, mas está nas nossas mãos saber como iremos voltar.

- Com quem estabeleceu empatia mais rapidamente no plantel?

- Todos têm sido muito bons para mim, tenho bom relacionamento com todos e há um bom espírito de camaradagem no plantel. Claro que falo mais com Haris Seferovic, foi o primeiro com quem falei tendo em conta que ele também fala alemão. Por isso é normal que exista uma maior proximidade com ele, tem sido um bom amigo. Mas também gosto muito de conversar com o Adel [Taarabt], com o Svilar, com o Jota.
YOU'LL NEVER WALK ALONE

Rui16

  • *
  • Mensagens: 18427
Re: Weigl (28)
« Responder #82 em: 30 de Março de 2020, 20:17 »
O Odisseas também fala alemão... digo eu  :assobio:
Anyway, eu gosto deste jogador.
Vem de um campeonato completamente diferente do nosso e precisa de adaptação.
Para o ano vai dar cartas  :rox:

SLB_Fanatic

  • *
  • Mensagens: 25963
  • "... nunca encontrou rival neste nosso Portugal! "
Re: Weigl (28)
« Responder #83 em: 23 de Abril de 2020, 11:56 »
Citação de: ojogo.pt
Weigl estabelece diferenças entre adeptos e fala de presságio no voo da águia

Médio do Benfica diz que na Alemanha se canta o jogo todo, mas os adeptos encarnados fazem um barulho ensurdecedor quando a equipa precisa deles.


Numa descontraída entrevista, disponível no Spotify, Weigl falou das diferenças entre os adeptos encarnados e alemães. "O ambiente é diferente. Na Alemanha, estão constantemente a cantar, canta-se o tempo todo. Já os adeptos do Benfica estão lá nos momentos em que é preciso. Quando eles sabem que precisamos de mais um golo, agitam-se e o estádio fica com um barulho ensurdecedor. É outra cultura de adeptos, mas estou muito contente. Vivem muito a vida do clube", disse o médio encarnado.

"Eles acompanham-nos mesmo a caminho do estádio. Não há outro desporto com tanto peso em Portugal. Acompanho as modalidades do Benfica e têm muito sucesso, mas futebol é que a loucura", sublinhou com outra revelação, sobre o voo da águia Vitória. "Se a águia não pousar no lugar específico, para mim, é um mau presságio para o jogo", disse.

Apesar de considerar que no Porto, há mais adeptos azuis e brancos, Weigl considera que 70 por cento do país apoia o Benfica, mesmo sabendo que em termos internacionais, dadas as campanhas recentes na Champions, o nome do FC Porto surge mais bem cotado nos últimos tempos. "É verdade. Tiveram grande sucesso com Mourinho, mas o país é notoriamente mais benfiquista do que outra coisa", aponta o alemão.

Questionado sobre o preferido entre Fàbregas e Kroos, ainda hesitou, mas optou pelo germânico. "A forma como Kroos lê jogo parece fácil, mas é fenomenal. Não estou ao nível de Kroos", disse.
YOU'LL NEVER WALK ALONE

AguiaNina_SLB

  • *
  • Mensagens: 5979
Re: Weigl (28)
« Responder #84 em: 23 de Abril de 2020, 14:48 »
Realista em todos os aspectos que mencionou na entrevista.
Há que trabalhar para um dia ser um Kroos.

Tenho consciência que é um jogador mal amado, porque ainda não deu o salto. Há jogadores que pegam logo de estaca como o Javi Garcia, outros precisam mais de tempo...

SLB_Fanatic

  • *
  • Mensagens: 25963
  • "... nunca encontrou rival neste nosso Portugal! "
Re: Weigl (28)
« Responder #85 em: 24 de Abril de 2020, 11:46 »
Citação de: record.pt
Weigl: «O Benfica é o Bayern Munique de Portugal ou até mais»
Médio faz comparação entre clubes


Julien Weigl está há cerca de três meses em Portugal depois de ter deixado solo germânico pela primeira vez na carreira futebolística, abraçando uma aventura no Benfica. O internacional alemão estabeleceu uma comparação com o que se passa no país-natal.

"É o clube mais famoso de Portugal. É o Bayern Munique de Portugal ou até mais. Cerca de 70 por cento dos adeptos portugueses são do Benfica", vincou o jogador que na Alemanha jogou no rival Borussia Dortmund, apesar de ter feito testes em Munique: "Sofri muito com a rejeição no Bayern mas o meu pai ajudou-me a superar a situção". Em conversa num podcast levado a cabo no Spotify, conduzido por Oliver Schmidtlein e Peter Kotkowski, Weigl explicou a mudança de paradigma na carreira.

"Há um ano, estava a jogar muito pouco e muitas das vezes não fazia parte da equipa. Foi a primeira vez que sofri uma situação destas na minha carreira e percebi que não iria haver muitas alterações. Precisava de um novo desafio, completamente diferente. Quando apareceu o Benfica, ouvi a proposta, quis saber como era o clube e fiquei muito bem impressionado com a forma de trabalhar do clube e o modo como se preocuparam comigo", vincou o médio, de 24 anos.

Sobre as críticas nas redes sociais, o jogador formado no Munique 1860 até aconselhou a namorada Sarah a não lhes dar importância. "Fica muito triste quando lê que saí de uma grande equipa internacional e caí numa liga sem visibilidade. Digo-lhe para não ligar, porque não me preocupo com isso", referiu.

Citação de: record.pt
Weigl revela regresso aos treinos em "pequenos grupos"
Médio do Benfica confiante na conquista do título


Julian Weigl revela que os jogadores do Benfica já foram informados do regresso aos treinos. Ansioso por se reunir aos companheiros, o médio alemão ainda acredita que será campeão esta temporada pelo Benfica.

O futeboista explicou, na entrevista aos "desporto e a vida", que o Benfica está "a lutar pela liderança", depois de ter tido sete pontos de avanço e estar agora em segundo, a um do FC Porto. "Estamos na final da Taça de Portugal e creio que temos hipóteses de ganhar a liga", afirmou.

Em isolamento social desde 13 de março passado, Weigl encontra-se de férias na Alemanha. Mas já sabe quando será retomada a preparação no Seixal. "Já recebemos a notícia de que os treinos começam para a semana em pequenos grupos", assinalou, dando conta do atraso de Portugal para a Alemanha, onde já começaram os treinos.

O regresso da Liga é que não será tão cedo. "É difícil imaginar que o campeonato recomece logo depois de fazermos treinos em grupos de seis. Estou convicto de que haverá treinos de conjunto antes disso, pois não será fácil ao treinador ver num grupo de seis quem serão os titulares", analisou.

A incerteza mexe com o ex-Dortmund. "Mentalmente, não é fácil cumprir os planos sozinho sem saber para onde caminhamos exatamente. Gostaria de ter feito um treino por vídeo, em conjunto com outros colegas, pois seria mais fácil para manter o foco, em conjunto. Sozinho, o trabalho não é tão intensivo como em grupo. Sem treinador e preparador físico, é mais difícil conseguirmos motivar-nos", sustentou.
YOU'LL NEVER WALK ALONE

Teodoro

  • *
  • Mensagens: 13339
Re: Weigl (28)
« Responder #86 em: 24 de Abril de 2020, 12:34 »
Tem muita piada esta coisa do regresso aos treinos...
Tirando os Chinas e com medidas de isolamento assustadoras, ninguém consegue controlar o virus em lado nenhum do Mundo, e estes tipos ainda andam a pensar em futebois.
Os Espanhois levantaram uma pontinha do isolamento, os casos diários dispararam logo de seguida.
Fé é não querer saber a verdade - Friedrich Nietzsche

SLB_Fanatic

  • *
  • Mensagens: 25963
  • "... nunca encontrou rival neste nosso Portugal! "
Re: Weigl (28)
« Responder #87 em: 17 de Maio de 2020, 14:38 »
Citação de: desporto.sapo.pt
Bruno Lage quer Weigl pêndulo do futebol do Benfica
Internacional alemão tem levado 'trabalho de casa' durante o interregno competitivo de forma a vir a assumir um papel mais importante no jogo das 'águias'.


Bruno Lage vai exigir mais de Julian Weigl no retomar da competição. O médio internacional alemão, contratado em janeiro ao Borussia Dortmund, ainda não convenceu verdadeiramente os adeptos, mas o jogador tem vindo a trabalhar em vários sentidos para que tal se altere neste retomar da competição.

Com o interregno competitivo ditado pela pandemia da COVID-19, Bruno Lage aproveitou para trabalhar Weigl de forma a que este venha a assumir a batuta de jogo da equipa no que toca às transições ofensivas, considerando que o centrocampista tem todas as condições necessárias para ser ele a ditar o ritmo do jogo da equipa, não só pela sua reconhecida capacidade de passe, mas pela leitura de jogo que este demonstra na saída para o ataque.

Desta forma, Lage espera conseguir libertar mais o jogador de forma a que este possa demonstrar todo o seu talento em campo. E, segundo escreve o jornal 'Record' na sua edição deste domingo, tal poderá ser facilitado pelo melhor entendimento da língua portuguesa que Weigl agora terá, graças às três aulas semanais de português que tem tido desde a chegada ao nosso país.

Assim, podendo comunicar melhor com os colegas, Weigl ficará mais solto, o que lhe ajudará a melhorar o seu desempenho individual e, naturalmente, contribuirá para um melhor desempenho coletivo.
YOU'LL NEVER WALK ALONE

SLB_Fanatic

  • *
  • Mensagens: 25963
  • "... nunca encontrou rival neste nosso Portugal! "
Re: Weigl (28)
« Responder #88 em: 04 de Junho de 2020, 09:40 »
Citação de: abola.pt
Weigl confirma outras ofertas e explica escolha pelas águias

Contratado por 20 milhões de euros em janeiro, Julian Weigl teve múltiplas ofertas, de clubes oriundos de Espanha e Itália, pelo que causou alguma surpresa na Alemanha a escolha pelo Benfica da parte do ex-Borussia Dortmund.

«Quando cá estive, nas negociações, ver o centro de treino e perceber quão grande o Benfica é, algo que as pessoas não percecionam na Alemanha, fiquei extremamente impressionado. O Rui Costa e o Tiago Pinto, bem como o míster Bruno Lage, transmitiram-me que me queriam – pelas minhas caraterísticas, pelas minhas qualidades», explicou, em entrevista ao SZ, antes de abordar os 20 milhões de euros pagos pelo negócio.

«O clube todo trabalhou para fechar a transferência. Não foi um negócio pequeno para o Benfica, mas sim um dos mais caros da história do clube. Eles queriam um jogador sonante para causar sensação na Champions. Todos os anos há equipas surpresa, como o Ajax ou a Atalanta. O Benfica, sem dúvida, tem potencial para ir mais longe», revelou ainda.

Citação de: abola.pt
«Pressão? Não tenho qualquer problema com isso»

Uma das contratações mais caras da história do Benfica, Julian Weigl abordou a história dos encarnados e a pressão subjacente aos valores pagos pela sua saída para os encarnados, os 20 milhões de euros pagos ao Borussia Dortmund em janeiro.

«O Benfica tem uma grande história. Vejo isso como incentivo. Todos os que chegam aqui querem conquistar coisas. Todos procuram sucesso. Queres ser a melhor equipa em Portugal e mostrar ao mundo o que se faz neste país», começou por explicar, ao SZ.

«Sinto que já é algo especial para as pessoas que eu tenha vindo. As pessoas estavam extasiadas porque muitas não acreditaram que o Benfica consegui um jogador que, dizem, estava estabelecido no Dortmund. Mas as pessoas têm expetativas. Quando tivemos uma fase em que perdemos alguns pontos, notei que muita coisa foi posta em mim. Não tenho qualquer problema com isso. Porque sei que posso ajudar, e muito, a equipa. E para mim foi claro que precisaria de tempo para trabalhar.

- Cheguei a três de janeiro e joguei logo no dia seis. Depois joguei 10 ou 11 jogos sem conseguir adivinhar onde é que os meus colegas queriam a bola, onde é que estavam em campo… Não me interpretem mal: a crise do coronavírus não foi boa para ninguém. Mas de um ponto de vista puramente desportivo, a paragem não foi má para mim porque tive tempo para conhecer os meus colegas e eles conhecerem-me a mim», assumiu.

Citação de: abola.pt
«Temos de desafiar o FC Porto com vitórias»

Para Julian Weigl, o regresso do futebol é um alívio, já que considerou que foi «difícil mentalmente» enfrentar uma paragem na parte terminal da temporada.

«Ninguém questiona a necessidade de restrições, mas ter uma longa paragem na altura quente da temporada, não saber se e quando ficar em forma, não foi fácil mentalmente também. Nós fizemos tudo para estar em forma. Queremos mostrar aquilo que conseguimos fazer», contou o alemão, à SZ.

Sobre a possibilidade do título, o médio assegura que o Benfica tem de «desafiar com vitórias» e que a equipa está motivada. «O FC Porto estava na mó de cima antes da paragem. Temos de os desafiar com vitórias. As impressões do treino dão sensações muito positivas sobre termos hipóteses.»
YOU'LL NEVER WALK ALONE

Rebelde

  • *
  • Mensagens: 26181
  • Awards: Vencedor Predictor 2015/2016Vencedor Predictor 2012/2013
Re: Weigl (28)
« Responder #89 em: 04 de Junho de 2020, 09:49 »
Espero é que acordes para a vida  :calduco:
Rumo ao 38!

SLB_Fanatic

  • *
  • Mensagens: 25963
  • "... nunca encontrou rival neste nosso Portugal! "
Re: Weigl (28)
« Responder #90 em: 04 de Junho de 2020, 21:45 »
Estava a ser de longe, de muito longe, o nosso melhor em campo. Inexplicável a sua saída!
YOU'LL NEVER WALK ALONE

Nazgul

  • *
  • Mensagens: 35156
  • You, me and Devil makes three.
  • Awards: Vencedor Fantasy AVDA 2012/2013
Re: Weigl (28)
« Responder #91 em: Ontem às 13:54 »
Estava a ser de longe, de muito longe, o nosso melhor em campo. Inexplicável a sua saída!
Inexplicável? Como assim? Estava no plano..  :see:

"Um dos paradoxos dolorosos do nosso tempo reside no facto de serem os estúpidos os que têm a certeza, enquanto os que possuem imaginação e inteligência se debatem em dúvidas e indecisões."

 

TinyPortal © 2005-2012