X
22 de Novembro de 2019, 12:27

Votação

Em que secção deverá ficar o tópico do João Félix?

Ex-Funcionários
6 (35.3%)
Ex-Gloriosos
11 (64.7%)

Votos totais: 17

Autor Tópico: João Félix (At. Madrid [Espanha])  (Lida 20871 vezes)

Botasis

  • *
  • Mensagens: 1510
Re: João Félix (79)
« Responder #525 em: 19 de Maio de 2019, 11:42 »
50% do campeonato é do Lage, os outros 50% sao dele  :amen:

Ramiro Lopes

  • *
  • Mensagens: 39016
  • Awards: User do Ano 2011User do Ano 2010
Re: João Félix (79)
« Responder #526 em: 19 de Maio de 2019, 12:38 »
Faz parecer fácil, o difícil!

É rezar que dê para o manter mais 1 ou 2 épocas, pelo menos.
Winners focus on winning. Losers focus on Winners


Rebelde

  • *
  • Mensagens: 26211
  • Awards: Vencedor Predictor 2015/2016Vencedor Predictor 2012/2013
Re: João Félix (79)
« Responder #528 em: 20 de Maio de 2019, 22:24 »
Professor Nhaga   :ah:
Rumo ao 38!

Teodoro

  • *
  • Mensagens: 13756
Re: João Félix (79)
« Responder #529 em: 20 de Maio de 2019, 22:59 »
O CM diz que o Mendes já o vendeu...
Fé é não querer saber a verdade - Friedrich Nietzsche

XibinhaSLB

  • *
  • Mensagens: 21574
  • Ano da "Reconquista"
  • Awards: User do Ano 2017
Re: João Félix (79)
« Responder #530 em: 21 de Maio de 2019, 12:25 »
Jogador do Feirense compara jovem mexicano a João Félix


Citar
Briseño traça futuro risonho a José Macías. Jogador do Feirense, mas também bastante atento ao campeonato do país que o viu nascer, Antonio Briseño comparou este sábado, na sequência do duelo entre Benfica e Santa Clara, o jovem avançado José Macías, do León, a João Félix. A comparação foi feita pelo defesa dos fogaceiros nas redes sociais, na sequência de um 'post' no qual se destacava a meteórica evolução do jogador das águias.

"O José Macías não lhe fica a dever nada. Tem as mesmas características. Será um bom Mundial para se assistir! Vai com tudo irmão", escreveu Briseño em alusão ao Mundial de Sub-20, uma prova na qual João Félix não marcará presença. Ao contrário de Macías, que depois de ter sido uma das figuras no León (com 10 golos em 18 jogos) será uma das esperanças da seleção mexicana.

https://www.record.pt/futebol/futebol-nacional/liga-nos/benfica/detalhe/jogador-do-feirense-compara-jovem-mexicano-a-joao-felix?ref=Benfica_BucketDestaquesPrincipais

XibinhaSLB

  • *
  • Mensagens: 21574
  • Ano da "Reconquista"
  • Awards: User do Ano 2017
Re: João Félix (79)
« Responder #531 em: 21 de Maio de 2019, 12:26 »
Mãe garante que João Félix está de corpo e alma na Luz


Citar
Sublinha que jovem está “muito feliz”. O verão promete ser muito agitado no que diz respeito ao futuro de João Félix, perante o assédio de vários ‘tubarões’ europeus ao jovem encarnado, mas a mãe do avançado faz questão de sublinhar que o miúdo "está muito feliz" no Benfica. Em declarações à BTV, Carla Félix Sequeira recordou ainda o esforço que a família faz para estar sempre perto da ‘pérola’ do Seixal. [Estamos] Muito orgulhosos. Tentamos sempre acompanhar como podemos. Ele sabe que estamos sempre com ele", atirou, referindo-se ainda ao filho mais novo, Hugo, que também joga na formação do Benfica: "Lá em casa é só futebol, futebol, futebol. São viciados."

De resto, nas redes sociais, o próprio camisola 79 das águias postou duas fotografias com história. Uma quando era ainda criança e alinhava pelo Benfica com o número... 37 e outra com o último festejo. "Já estava destinado", atirou.

https://www.record.pt/futebol/futebol-nacional/liga-nos/benfica/detalhe/mae-garante-que-joao-felix-esta-de-corpo-e-alma-na-luz?ref=Benfica_DestaquesPrincipais

XibinhaSLB

  • *
  • Mensagens: 21574
  • Ano da "Reconquista"
  • Awards: User do Ano 2017
Re: João Félix (79)
« Responder #532 em: 21 de Maio de 2019, 12:27 »
João Félix acredita que não há coincidências: «Já estava destinado!»


Citar
João Félix publicou esta segunda-feira duas fotografias no Twitter com a legenda: «Já estava destinado!» Na primeira fotografia, João Félix surge a dar os primeiros passos no futebol, já com uma camisola do Benfica e um número 37... o mesmo do título do Benfica que conquistou sábado.

https://www.record.pt/multimedia/fotogalerias/detalhe/joao-felix-acredita-que-nao-ha-coincidencias-ja-estava-destinado?ref=Benfica_DestaquesPrincipais

XibinhaSLB

  • *
  • Mensagens: 21574
  • Ano da "Reconquista"
  • Awards: User do Ano 2017
Re: João Félix (79)
« Responder #533 em: 21 de Maio de 2019, 12:47 »
O GOLO «MAIS ESPECIAL» DE JOÃO FÉLIX


Citar
João Félix terminou a edição 2018/2019 da Liga com 15 golos. O último dos quais apontado na vitória sobre o Santa Clara, que valeu ao Benfica a conquista do título. Porém, remonta à 24.ª jornada o golo «mais especial» com a assinatura do número 79 das águias. «O golo no Dragão, foi importante para a nossa reconquista. Foi o mais especial até agora», elegeu, em declarações à BTV. O Benfica, recorde-se, foi ao Estádio do Dragão vencer o FC Porto, por 2-1. Adrián López (19’) deu vantagem aos azuis e brancos, Félix (26’) restabeleceu a igualdade para os encarnados e Rafa (52’) consumou a reviravolta.

https://www.abola.pt/Clubes/Noticias/Ver/788922/40

XibinhaSLB

  • *
  • Mensagens: 21574
  • Ano da "Reconquista"
  • Awards: User do Ano 2017
Re: João Félix (79)
« Responder #534 em: 21 de Maio de 2019, 12:53 »
FUTURO EM ABERTO: AS PALAVRAS DE FÉLIX A VIEIRA NOS FESTEJOS DO TÍTULO


Citar
João Félix disse a Luís Filipe Vieira uma frase sobre o futuro, logo após o jogo do título, em pleno balneário: «Não depende só de mim.» Em causa, a permanência no Benfica, que continua incerta, face ao interesse dos mais ricos. A rápida conversa entre Félix e Vieira foi publicamente divulgada pela televisão do clube, que tinha exclusivo da festa, não foi imediatamente identificada, face ao barulho e confusão que reinavam no balneário, mas acaba agora por circular publicamente.

João Félix, que é representado pela Gestifute de Jorge Mendes, estará, naturalmente, disposto a ouvir o agente neste momento fundamental da carreira e A BOLA até noticiou recentemente reunião entre Vieira e Mendes que permitiu acordar um novo contrato para Félix - 2,5 milhões líquidos por época -, que só entrará em ação se o jogador não sair.

https://www.abola.pt/Clubes/Noticias/Ver/789224/40

SLB_Fanatic

  • *
  • Mensagens: 25112
  • "... nunca encontrou rival neste nosso Portugal! "
Re: João Félix (79)
« Responder #535 em: 23 de Maio de 2019, 21:11 »
Faz parecer fácil, o difícil!

Como por exemplo, o movimento que dá aquele segundo golo. Tão bem...  :sim:
YOU'LL NEVER WALK ALONE

XibinhaSLB

  • *
  • Mensagens: 21574
  • Ano da "Reconquista"
  • Awards: User do Ano 2017
Re: João Félix (79)
« Responder #536 em: 26 de Maio de 2019, 00:26 »
GRANDE ENTREVISTA: JOÃO FÉLIX DE CORPO E ALMA À BENFICA


Citar
O avançado encarnado reviveu o percurso na primeira época no plantel principal, revelou alguns dos melhores momentos e apontou baterias aos próximos objetivos do Campeão. "Estou muito feliz no Benfica e só quero fazer o que mais gosto" – palavras de João Félix em entrevista exclusiva à BTV. O camisola 79 das águias, que fez 20 golos e oito assistências na primeira época de águia ao peito, foi um dos rostos principais da Reconquista! E tem muito para contar nesta longa entrevista...

Há muita gente que o trata por João Félix e há muita gente que o trata por João 'Féliz'. Afinal é de que forma?

É João Félix. Muitos já me disseram que se diz João 'Féliz', mas eu continuo com a minha ideia, foi assim que os meus pais me ensinaram. É João Félix que tem de ser.

No balneário como é que o tratam? Tem alguma alcunha?

João, Félix, depende do jogador e do contexto. Na altura também brincavam com a situação dos 120 milhões de euros [de cláusula de rescisão], e depois entre outras alcunhas que é melhor não dizer aqui [risos].



Como é que foi recebido num balneário onde já estavam tantos campeões? Chega com 18 anos à equipa principal do Benfica... Lembra-se como foi o primeiro dia no balneário? Quem é que o recebeu? Pode partilhar isso connosco?

Foi um sonho tornado realidade. Estar ali com aqueles jogadores todos que víamos na televisão, que jogávamos com eles na PlayStation... Foi muito bom ter ali grandes jogadores, grandes ídolos, e os que mais me acolheram foram o Jonas, o Pizzi, o André Almeida, foram os primeiros a tentarem integrar-me no grupo.

E fizeram alguma praxe?

No início, não. Mais tarde, passado um mês de pré-época, tivemos de cantar para todos no jantar.

Joga com o n.º 79 porquê? Foi o João que escolheu?

Fui, mas na altura, na equipa B, eu ainda era júnior de 1.º ano. Um dia, estávamos a almoçar, o Luís Batista passou lá com uma folha com os números para vários jogadores escolherem. Como era o mais novo fui o último a escolher. Havia lá dois ou três que tinham sobrado e, pronto, escolhi o 79.



Tem algum número preferido ou vai querer continuar com este número?

Gosto do 79 agora, tenho um carinho especial por esse número e vou ter sempre, mas o n.º 10 é aquele de que eu sempre gostei desde criança.

Há exatamente um ano por esta altura estava prestes a sagrar-se Campeão Nacional de Juniores. Um ano depois foi Campeão Nacional de Seniores, o título máximo em Portugal. Passou quase de desconhecido para um jogador idolatrado. Consegue fazer a vida que fazia?

Não, não. Completamente diferente. Ir a centros comerciais então já estabeleci que tem de ser ali à segunda-feira, a seguir ao almoço, que a malta está no trabalho e na escola, para não apanhar tanta gente. Relativamente a restaurantes, tento ir a uma hora mais calma e para uma mesa mais calma.



É bom ter fama? Como é que lida com isso?

É bom, tem os seus prós e contras, mas a maioria são coisas a favor. Somos reconhecidos, somos como ídolos para muitas pessoas e isso faz-nos sentir muito bem.

Tentou conciliar os estudos com o facto de ser jogador da equipa principal do Benfica, é verdade?

Ao início, quando começou a época, ainda não era muito conhecido. As pessoas sabiam quem eu era, mas não era aquilo que sou agora, e nessa altura já me abordavam. Se fosse agora para a escola, nem imagino como seria.

Tinha aquela intenção até porque os seus pais são professores, certo?

Sim, os meus pais são professores, sempre colocaram a escola à frente do futebol. Por exemplo, quando era para ir para os treinos, eles iam buscar-me à escola para me levar para os treinos e diziam que, se não tivesse os trabalhos de casa feitos, não me levavam ao treino. Por isso tinha de fazer os trabalhos de casa.



Falemos da importância da família na sua vida de jogador...

Uma mãe que deixou os filhos saírem de casa cedo, é difícil... Não sou pai, mas acredito que para os pais, deixarem os filhos sair de casa cedo, não acompanharem a sua adolescência, é difícil. Eles sentiram muito isso, procuraram sempre estar connosco nos melhores momentos, nos momentos mais difíceis. A vida que eu e o meu irmão [Hugo Félix] temos, as pessoas que nos tornámos, devemos a eles. A minha família são as pessoas que sempre me apoiaram em tudo. O meu pai, a minha mãe e o meu irmão, que sofre tanto ou mais que eu... As minhas conquistas são as deles, as minhas derrotas são as deles. Quando estou contente, eles também estão. Desde que os filhos estejam contentes, eles também vão estar sempre contentes. É muito bom ter essas pessoas ao meu lado, que me apoiam sempre.

Muita gente não sabe, mas o João nasceu em Viseu. Com quantos anos é que foi para o FC Porto, para ficar a viver no Porto?

Para viver foi com 11/12 anos. Antes, ia três a quatro vezes por semana. Três vezes treinar e uma ao fim de semana para jogar. Houve momentos em que até jogava sábado e domingo. No sábado tinha jogo de Campeonato e no domingo era um torneio entre as equipas do Porto. Chegava a ir cinco vezes por semana e, sim, eram muitos quilómetros, muitos sacrifícios que [os meus pais] faziam, e que agora foram recompensados.



Partilhou nas redes sociais uma foto em que estava com o n.º 37 no equipamento, então numa equipa de escolinhas do Benfica...

Não acredito em coincidências. Acredito no destino, e aqui está prova. Devia ter uns sete/oito anos. Fui fazer um treino ao Benfica, tinha a camisola n.º 37, e eu nem tinha a foto gravada. Estive no Twitter a ver as notícias que tinham saído, alguém meteu essa foto, eu guardei-a e acho que fiz bem em partilhá-la. Fez sucesso.

Começou nos Pestinhas em Viseu. Não sei se sabe, mas os Pestinhas ganharam o primeiro título da sua história no dia em que foi Campeão aqui no Benfica...

É verdade, ainda joguei lá uns anos. O meu pai foi o meu primeiro treinador lá, mas só no primeiro ano.

Fala sempre com o seu pai antes dos jogos. Foi professor de Educação Física, preparador físico de alguns clubes, treinador... Falam muito sobre o seu jogo?

É o meu treinador de casa. Desde cedo ele me dizia, quando eu estava no treino, algumas coisas para melhorar, mas se o míster dissesse o contrário do que o meu pai estava a dizer, ele dizia-me para obedecer ao míster. O míster é que manda ali. Claro que ele me dizia sempre alguns aspetos que eram melhores para mim. Eu tentava fazê-los, ainda hoje tento. Sempre que acabam os jogos, e depois nas viagens, quando estamos juntos, fala sempre dos lances em que devia ter feito isto ou aquilo, tenta corrigir os erros para que no jogo seguinte corra melhor.

Hoje em dia as novas gerações começam a jogar futebol nos campos sintéticos, mas antigamente, e mesmo em países como o Brasil, nas favelas, os miúdos que têm grande talento começavam a jogar o futebol de rua. O João tem esse lado do futebol de rua, mas jogava na rua ou jogava nos sintéticos quando era criança?

Apanhei uma altura em que era quase tudo campos sintéticos. Não sou muito velho, mas jogava em todo o lado, escola, casa... Os meus pais iam para o café com os amigos, não ficávamos sentados, como é óbvio, e jogávamos lá ao pé. Onde havia espaço, era sempre para jogar à bola. Acho que é daí que vem esse futebol de rua.



Agora tem o seu irmão [Hugo Félix] aqui no Benfica. Há um momento fantástico no jogo com o V. Setúbal em que marca um golo no topo sul e vai ter com o seu irmão, que por ser jogador dos Iniciados estava ali como apanha-bolas, e celebram o golo. Conte agora na primeira pessoa este momento. Isto foi combinado?

Foi apanha-bolas pela primeira vez nesse jogo. A partir daí começou a ir sempre que podia, só falhou um jogo porque também ia jogar. Soube uma hora antes do desafio que ele ia para apanha-bolas e no aquecimento andei à procura dele para ver em que lado do Estádio ia ficar. Não é coincidência, mais uma vez correu bem e calhou no momento certo.

E os seus companheiros de equipa também sabiam?

Eles ficaram surpreendidos, e mesmo as pessoas no Estádio diziam: "Que sorte daquele apanha-bolas que foi lá festejar com ele." Mal sabiam que era o meu irmão que lá estava.



E o seu irmão pode dar jogador. O que acha dele?

Pode. Ele agora faz coisas que eu quando tinha a idade dele não fazia. À partida, e se tudo correr bem, ele tem uma mentalidade muito forte também, vai dar jogador de certeza.

Fez uma exibição memorável no Estádio do Dragão, marcou, o Benfica ganhou, e depois, no final, há aquela imagem onde tenta cumprimentar Sérgio Conceição e ele deixa-o de mão estendida. O que é do campo fica no campo? Ficou alguma mágoa? É verdade que tem uma boa relação com o próprio Rodrigo Conceição, filho do treinador do FC Porto?

Logo no primeiro ano em que vim para o Benfica, partilhei o quarto com o Rodrigo. Desde aí criei uma relação muito próxima com ele, já lá vão quatro anos e, nas férias passadas, passei-as lá com eles em casa, pessoas cinco estrelas. O que aconteceu ali [clássico no Dragão], aconteceu. Estava de cabeça quente, acontece. Aquele jogo ninguém quer perder, era um jogo importante para a luta pelo título e, pronto, aconteceu. Na altura fiquei um bocado triste, mas depois as coisas resolveram-se, o Rodrigo explicou-me o porquê e ficou tudo bem.



Tinha estabelecido alguma meta de golos para esta temporada?

Claro que gostamos de fazer sempre o máximo número de golos possível. Tinha estabelecido uma marca para primeira época de dez golos. Não estava a jogar muito na primeira metade da época e pensei que já não ia chegar lá. Em janeiro tudo mudou e ultrapassei essa marca.

Tem uma fasquia de golos para a próxima época?

O objetivo é sempre fazer mais do que na época passada, fazer sempre o máximo possível, e depois o mais importante de tudo é que a equipa consiga sair vitoriosa de todos os jogos se for possível.

Lembra-se do primeiro golo que marcou?

Claro, foi contra o Sporting. Não dormi nessa noite, vi o golo algumas 50 vezes, ainda por cima tinha entrado na 2.ª parte, estava há uns oito minutos em campo, dez, talvez, e fazer o golo do empate contra o eterno rival do Benfica... não tenho palavras, nem tive na altura.



E do segundo golo, que foi no seu primeiro jogo a titular?

O segundo foi contra o D. Aves. A bola caiu nos pés do homem certo para me passar, o Pizzi, depois tentei marcar e consegui.



O último golo da temporada foi no jogo do título, no Estádio da Luz, frente ao Santa Clara. Uma bela execução...

Sempre foi uma finta que eu usei muito, que dá sempre motivo de gozo quando o jogador adversário faz isto e é bonito de se ver. Naquela situação, se calhar muitos jogadores têm a tendência de chutar logo, mas foi o instinto. Nasci com isso, felizmente, e ajuda-me em muitas situações.

Foi este o golo mais bonito?

É capaz. O golo contra o Marítimo, em casa, daquele canto, logo no início do jogo, também foi bom. Depois há outros golos também, não pelo golo em si, mas pelo contexto do jogo. Foram golos de que gostei muito.



É difícil encontrar um defeito. O João já percebeu onde tem de melhorar?

Tenho muito que melhorar ainda, ainda sou novo e uma pessoa tem sempre coisas a melhorar até ao fim da vida. Jovem como sou, ainda tenho muitas coisas a aprender.

Na véspera do jogo, sonha com aquilo que vai acontecer na partida?

Sonhar se calhar não, mas pensar em fazer esta ou aquela jogada, fazer este ou aquele drible, tentar esta finta, este passe, isso pensamos sempre.



Quando chega a casa revê o jogo?

No dia do jogo não vejo, vou descansar, mas depois procuro ver, não sempre. Quando o jogo não corre tão bem e houve mais coisas que não fizemos tão bem, vejo para tentar corrigir, e mesmo as coisas boas vejo-as para continuar a fazer.

Quando perde como é que chega a casa?

Para quem está comigo não é bom [risos], mas as pessoas percebem e quem sofre mais com isso até são os meus pais, que estão comigo depois dos jogos. Peço-lhes desculpas por isso, mas saio ao meu pai.



Qual foi o golo mais importante para a equipa?

O golo no Dragão, que nos deu o empate no início do jogo. Foi esse o mais importante, sendo que depois acabaríamos por ganhar essa partida. Essa foi, se calhar, a vitória mais importante do Campeonato e fez-nos passar para o 1.º lugar. Esse jogo foi especial, foi bom voltar àquela casa. Voltar, fazer golo, sair de lá com a vitória e no 1.º lugar... teve um gosto muito especial.

Muitos jogadores assistiram para golos de João Félix. Pizzi e Seferovic foram os que mais passes para golo lhe deram. Há uma química diferente sobretudo com estes dois?

O Seferovic joga comigo lá na frente e temos de ter uma boa relação, uma boa química para as coisas funcionarem bem, e o Pizzi é um dos meus "pais" no plantel, estou com ele desde o primeiro minuto que chegamos ao treino até irmos embora. Estou sempre com ele.


https://www.slbenfica.pt/pt-pt/agora/noticias/2018-2019/05/24/futebol-benfica-equipa-principal-entrevista-exclusiva-joao-felix

XibinhaSLB

  • *
  • Mensagens: 21574
  • Ano da "Reconquista"
  • Awards: User do Ano 2017
Re: João Félix (79)
« Responder #537 em: 26 de Maio de 2019, 00:28 »
Citar
Se tivesse de atribuir o prémio de melhor jogador do campeonato, a quem é que o entregava?

Atribuía ao Pizzi, por tudo o que fez. O Bruno Fernandes também fez uma excelente época, mas o Pizzi, por todos os golos que fez, as assistências que realizou, o que fez jogar a equipa, e como no fim conquistou o Campeonato Nacional, acho que ele merece essa distinção.

E para o João, o prémio revelação?

Sim, revelação, pode ser, aceito.

Qual o defesa mais complicado que enfrentou nesta época?

O Pepe. Houve algumas picardias, mas tudo normal. É uma excelente pessoa, logo no primeiro dia que cheguei à Seleção, ele brincou com a situação de estarmos "picados" no jogo, mas é uma pessoa cinco estrelas.



Qual o segredo para os jovens do Benfica terem este à-vontade na equipa principal?

O que fazíamos num lado [equipa B], temos de fazer no outro. Somos quem somos e não temos de passar uma imagem do que não somos. Estes jogadores que vieram para a equipa A [Zlobin, Ferro, Florentino e Jota] têm todos uma grande mentalidade, e, como o Pizzi disse, transmitem essa maturidade.

Que tipo de brincadeiras é que fazem depois dos treinos?

Desde a 'pataleca' (não deixar cair a bola no chão), fazer remates da bandeirola de canto para tentar colocar na baliza, muitos jogos...



Quais as maiores diferenças que sentiu entre o Campeonato de Juniores, 2.ª Liga e a 1.ª Liga?

A diferença estará na intensidade do jogo. No processo defensivo temos de correr mais, ser mais agressivos, e isso na 2.ª Liga fez-nos bem, porque aí já jogamos contra jogadores mais experientes, e depois a adaptação ao escalão principal é mais fácil, mas sente-se sempre a diferença.



Não sente a pressão dentro de campo?

Pressão é não ter comida para alimentar os filhos. Nós fazemos o que gostamos, somos pagos por isso. Claro que temos sempre algumas situações complicadas, mas fazemos o que gostamos e quando vamos lá para dentro as coisas saem naturalmente, esquecemo-nos de tudo e focamo-nos apenas no que está a acontecer dentro de campo.

Qual foi o seu melhor jogo?

Esse acho que toda a gente sabe. Foi o jogo contra o Eintracht Frankfurt, fiquei emocionado por ter feito um hat-trick. Um hat-trick é sempre um hat-trick, mas sendo na Liga Europa, a 2.ª competição mais importante do mundo ao nível de clubes, e sendo o jogador mais jovem a conseguir isso, é emocionante.



Onde se sente mais confortável a jogar?

Eu prefiro jogar no corredor central, onde toco mais vezes na bola e onde estou mais perto de fazer golo. Posso jogar em qualquer posição, mas a que prefiro é no corredor central, mais perto da baliza. A minha posição é um pouco o "vagabundo", não tenho uma posição fixa, ando um pouco por todo o campo.

Para além dos golos que apontou, também fez oito assistências na temporada. É um número que está dentro da expectativa?

Foi bom, dá sempre para melhorar. Claro que queria ter mais, mas esse papel foi para o Pizzi este ano.



Quais são as suas referências dentro do plantel?

São todos. O Pizzi é um grande ídolo, mas, desde as primeiras vezes que eu vim treinar à equipa principal, o Jonas sempre foi aquele que me acarinhou mais, que falava comigo, perguntava como estava, sempre puxou muito mim e é um dos jogadores com quem tenho maior empatia.



Quando jogava futebol em criança, qual era o seu ídolo?

Gostava muito do Kaká, e depois de ver muitos vídeos dele, vídeos em que o Rui Costa também aparecia, este também se tornou um dos jogadores que mais gostava de ver jogar. Esses dois sempre foram exemplos para mim. Fazer o que o Rui Costa fez, ganhar o que ele ganhou não é fácil, mas vou fazer por isso e tentar ser tão bom como ele, ou melhor, se for possível.

O Benfica fez 60 jogos nesta época. Qual foi o melhor jogo da equipa?

O 2-4 em Alvalade. Fizemos um grande jogo desde o primeiro minuto até ao fim. Ofensiva e defensivamente estivemos muito bem. Falhámos muitos golos, o resultado podia ter sido mais volumoso.



A questão do VAR mudou um pouco a forma de jogar?

É mais a questão dos golos. Quando é um remate fora da área, à partida não vai ser anulado, só se houve uma falta antes, mas quando são aqueles golos na linha, ficamos um pouco desesperados para saber o veredito do videoárbitro.



Quais foram as primeiras palavras de Bruno Lage?

O míster dizia que não ia interferir com as nossas decisões, interferia com o nosso posicionamento. A partir do momento em que o posicionamento estivesse correto, as decisões iam acabar por ser melhores. Foi isso que aconteceu, e nós jogávamos como se estivéssemos na rua. Estávamos felizes a jogar, jogávamos completamente à vontade.

O que é que Bruno Lage tem de especial?

Tem muita coisa de especial. Além de ser um grande treinador, que tem vindo a demonstrar isso, é uma excelente pessoa, um grande homem. Sempre nos passou essa ideia de que, antes de sermos grandes jogadores, tínhamos de ser grandes homens, porque isso depois facilita em tudo, no futebol, na vida, e foi mais essa a mensagem que ele nos transmitiu.



Qual foi o momento mais marcante da conquista do Campeonato?

Foi quando os meus pais desceram ao relvado e os pude abraçar depois de o título estar do nosso lado. Apertei tanto os meus pais que quase ficaram sem ar.



Como foi estar no Marquês?

Foi muito bom, os adeptos estiveram sempre a puxar por nós nestes últimos jogos, as receções no Estádio foram incríveis. No plantel houve jogadores que disseram que nunca tinham tido uma receção como aquela que aconteceu no último jogo do Campeonato, e isso dá-nos logo outra motivação para o jogo.



Como é a sua relação com o Presidente Luís Filipe Vieira?

A relação é muito boa, ele deixa-me sempre muito à vontade. Temos vindo a falar muito nestes últimos tempos, tem-me acarinhado muito, ele gosta muito de mim. Diz que me trata como um filho e acredito que sim. É uma excelente pessoa e gosto muito dele também.

Qual vai ser o seu futuro. O que é que o João quer?

Eu acho que isso o tempo o dirá. Eu estou bem aqui, estou muito contente, adoro o Clube, adoro estes adeptos que me adoram. Quero aproveitar o momento, jogar à bola, divertir-me a fazer o que gosto, e depois, com o tempo, as coisas acontecem naturalmente. Estou muito feliz no Benfica.



Acha que este Benfica, com jogadores do Caixa Futebol Campus, tem condições para se bater na Europa?

Tem claramente, mesmo com os jogadores que estão a ser formados ainda. Há muita qualidade na Formação, e esta fornada de jogadores que veio agora para a equipa A tem muita qualidade e uma mentalidade muito forte. Não é fácil miúdos assim tão novos chegarem à equipa principal e afirmarem-se da maneira que se afirmaram. Com os jogadores jovens, mas também com os jogadores mais experientes, temos possibilidade para nos batermos na Europa, perfeitamente.

Tem o objetivo de um dia chegar à Bola de Ouro?

Tenho, claro. Acho que todos os jogadores têm. A Bola de Ouro é o ponto máximo de um jogador em termos individuais, por isso claro que gostava. Quem é que não gostava de ganhar?



Quando se juntam os nomes João Félix e Cristiano Ronaldo há sempre muito que falar. Como foi a primeira conversa com ele?

Foi estranho, nunca o tinha visto ao vivo, assim tão perto, e eu disse depois aos meus colegas e melhores amigos, quando cheguei a casa, que parecia que estava no modo carreira na PlayStation, parecia um boneco. Foi estranho, mas foi um sonho tornado realidade estar com ele no mesmo balneário, mas nem me lembro do que ele disse, porque ao início só estava a pensar que estava ali ao pé dele. Mas foi muito bom.

Quem são os melhores jogadores do mundo na atualidade?

Cristiano Ronaldo, Messi, Neymar, Mbappé, todos esses de quem se fala.

Não esteve presente no último Campeonato da Europa Sub-19, nem esteve na outra conquista dos Sub-17. Como é que o melhor jogador desta geração não é campeão de Sub-17 nem de Sub-19?

É uma geração muito forte, se calhar das gerações mais fortes que surgiram nos últimos tempos e um jogador não faz uma equipa. Claro que ajuda, mas há outros jogadores muito bons, que fazem um coletivo muito forte e conseguiram ganhar esses dois Campeonatos da Europa, com todo o mérito, e estou muito contente por eles porque são, e foram, meus colegas de equipa.



Depois de ter conquistado os objetivos no Benfica tem agora esse objetivo individual de ser titular na Seleção? Está perto de chegar lá?

Sim, está cada vez mais perto. Não sei se será agora [na final four da Liga das Nações], se será no próximo estágio, mas que está perto, está.

O que representa, para si, ter tantos jogadores formados no Benfica?

É fruto do trabalho que o Benfica tem vindo a desenvolver nestes últimos anos, o esforço que todos têm feito, o esforço que o Presidente tem feito para proporcionar as melhores condições aos jogadores, para evoluírem.



Uma mensagem para os Benfiquistas...

Gostei muito deste primeiro ano, gostei muito da forma como me acarinharam, estou muito grato por isso, porque isso facilitou muito na minha ascensão no Clube. Obrigado a todos!

https://www.slbenfica.pt/pt-pt/agora/noticias/2018-2019/05/24/futebol-benfica-equipa-principal-entrevista-exclusiva-joao-felix

XibinhaSLB

  • *
  • Mensagens: 21574
  • Ano da "Reconquista"
  • Awards: User do Ano 2017
Re: João Félix (79)
« Responder #538 em: 28 de Maio de 2019, 00:24 »
Grimaldo elogia João Félix: «Nascem poucos jogadores com este nível»


Citar
Defesa esquerdo fala num verdadeiro craque. Em entrevista à Rádio Marca, Alex Grimaldo abordou alguns temas da atualidade, nomeadamente os números da sua temporada no Benfica e também a situação em torno de Iker Casillas, mas um dos temas que mais chamou a atenção dos jornalistas espanhóis foi João Félix, um jovem avançado que tem sido apontado a reforçar alguns dos mais clubes do Mundo. E quando o assunto chegou ao 79 das águias, Grimaldo não teve dúvidas.
"O João é um craque. Assim, simplesmente. Nascem poucos jogadores assim com este nível. É muito difícil encontrar um jogador assim. É um craque em todos os aspetos, mas na hora de definir é incrível. Para mim é um segundo avançado, com quem podes combinar, mas que tem muito golo. Mete golos como se fosse um ponta de lança", disse o esquerdino, que depois foi questionado sobre se o seu (ainda) colega de equipa seria bom substituto para Antoine Griezmann no Atlético Madrid. A resposta, tal como a primeira, foi claramente positiva: "Pelo rendimento que teve, certamente. Porque como disse é um craque. Rendimento dará seguramente".

Temporada no Benfica

"Foi incrível. Foi uma temporada um pouco estranha. Começámos mal a Liga e com uma mudança de treinador, mas demos a volta à situação e foi incrível por tudo isso. Estivemos sempre em luta com o FC Porto até final"

Situação de Casillas

"É um ídolo em todo o lado em Portugal, gostam muito dele. Espero que recupere do que se passou há uns tempos"

https://www.record.pt/futebol/futebol-nacional/liga-nos/benfica/detalhe/grimaldo-elogia-joao-felix-nascem-poucos-jogadores-com-este-nivel?ref=Benfica_BucketDestaquesPrincipais

XibinhaSLB

  • *
  • Mensagens: 21574
  • Ano da "Reconquista"
  • Awards: User do Ano 2017
Re: João Félix (79)
« Responder #539 em: 28 de Maio de 2019, 01:10 »
FÉLIX NO AT. MADRID? SAIBA O QUE PENSA FUTRE


Citar
Paulo Futre brilhou ao serviço do Atlético Madrid e ainda hoje é idolatrado pelos adeptos do clube colchonero. Nos relvados portugueses brilha agora João Félix, joia da coroa do Benfica. Seria o número 79 das águias um bom reforço para a equipa de Diego Simeone? Futre não tem dúvidas. «Encaixaria no Atlético, perfeitamente», afiança o antigo internacional português, em entrevista à agência EFE. «Estão todos apaixonados por ele. Tem 18 anos mas o caráter necessário, está preparado para a guerra», vincou.

https://abola.pt/Clubes/Noticias/Ver/789268/40

XibinhaSLB

  • *
  • Mensagens: 21574
  • Ano da "Reconquista"
  • Awards: User do Ano 2017
Re: João Félix (79)
« Responder #540 em: 28 de Maio de 2019, 01:14 »
FUTRE DEIXA CONSELHO A JOÃO FÉLIX


Citar
Cobiçado por vários gigantes europeus, João Félix tem sido também associado ao Atlético Madrid, em especial para assumir a vaga de Antoine Griezmann, que irá abandonar os colchoneros no final da temporada. Paulo Futre, antigo jogador do clube, deixou, no entanto, um conselho para o jovem jogador. «Que cresça, que ganhe experiência para depois dar o salto para um tubarão da Europa, e eu espero que esse tubarão seja o Atlético», atirou, em declarações reproduzidas pela EFE. Esta não é, no entanto, a primeira vez que o antigo internacional português fala da uma mudança de Félix para Madrid, tendo previamente afirmado que o jogador «encaixaria perfeitamente» no clube espanhol.

https://abola.pt/Clubes/Noticias/Ver/789629/40

XibinhaSLB

  • *
  • Mensagens: 21574
  • Ano da "Reconquista"
  • Awards: User do Ano 2017
Re: João Félix (79)
« Responder #541 em: 28 de Maio de 2019, 01:22 »
O ELOGIO DE VALDANO A JOÃO FÉLIX


Citar
Jorge Valdano, antigo jogador e treinador do Real Madrid, mostra-se rendido ao talento de João Félix, tecendo rasgados elogios ao jovem do Benfica.

«Ainda com acne, João Félix joga com a serenidade de um adulto. Ainda que menos esbelto e mais apaixonado, tem um ar de Kaká dos primeiros tempos e não só no aspeto. Gosta de pulular perto da área mas mesmo quando se afasta cheira o perigo. Para as assistências tem um golpe de vista e a suavidade dos 10 clássicos; para o golo, sentido de oportunidade e determinação, que é a confiança em ação. O seu reportório com a bola nos pés é variado e atrativo porque resolve tudo com a naturalidade própria dos craques e, como todo o craque, tem descaramento e brilha mais nas grandes ocasiões. As suas bolas filtradas são delicadas, as suas desmarcações são profundas, as suas aparições na área fantasmagóricas e os seus remates são como machados. Cada machado, cada árvore; o mesmo que dizer: cada uma das suas aparições tem o valor de golo», escreveu o argentino na página de opinião que assina semanalmente em A BOLA.

https://abola.pt/Clubes/Noticias/Ver/789876/40

XibinhaSLB

  • *
  • Mensagens: 21574
  • Ano da "Reconquista"
  • Awards: User do Ano 2017
Re: João Félix (79)
« Responder #542 em: 28 de Maio de 2019, 01:24 »
CARVALHAL SOBRE FÉLIX: «É MELHOR DO QUE BERNARDO SILVA AOS 19 ANOS»


Citar
O treinador Carlos Carvalhal fez uma comparação entre João Félix e Bernardo Silva e considera que o avançado do Benfica é melhor do que o compatriota quando este tinha também 19 anos.

«Na minha opinião as características de João Félix são mais parecidas às de Kaká, devido à forma como controla a bola, passa e marca golos. Bernardo Silva é neste momento um dos melhores jogadores do mundo, mas aos 19 anos ele não mostrava o mesmo talento que João Félix está a mostrar aos 19 anos, pelo que imaginem o tipo de jogador que estamos a falar», afirmou Carlos Carvalhal, em declarações à «BBC».

O técnico analisou o jovem avançado do Benfica.

«O que faz dele ser especial? É facto de ser uma mistura de um número nove e de um 10. Ele joga como um segundo avançado. É um bom cabeceador, mesmo que não seja fisicamente muito forte. Sabe encontrar os espaços na defesa e é por isso que marca tantos golos. Depois, sabe jogar com os dois pés e ligar o meio-campo com o ataque. É também um jogador muito bom a nível técnico. Para além de marcar, também faz assistências.»

Bernardo Silva aos 19 anos tinha três jogos pela equipa principal do Benfica.

https://abola.pt/Clubes/Noticias/Ver/790111/40

Teodoro

  • *
  • Mensagens: 13756
Re: João Félix (79)
« Responder #543 em: 28 de Maio de 2019, 08:48 »
O Benfica está deserto para o vender, ele está mortinho por sair, o "empresário" já tem o contrato redigido, os clubes grandes têm-no debaixo de olho, alguém acha que vai ser possível ficar aqui na parvónia?
Fé é não querer saber a verdade - Friedrich Nietzsche

Botasis

  • *
  • Mensagens: 1510
Re: João Félix (79)
« Responder #544 em: 28 de Maio de 2019, 12:07 »
se for por menos de 120M a pronto e ainda por cima pro patetico de madrid é mais uma golpada da fraude de presidente que temos

Teodoro

  • *
  • Mensagens: 13756
Re: João Félix (79)
« Responder #545 em: 28 de Maio de 2019, 12:22 »
Ainda será mais estúpido que o Futre foi, se for para o patético de Madrid
Fé é não querer saber a verdade - Friedrich Nietzsche

XibinhaSLB

  • *
  • Mensagens: 21574
  • Ano da "Reconquista"
  • Awards: User do Ano 2017
Re: João Félix (79)
« Responder #546 em: 29 de Maio de 2019, 23:17 »
João Félix embaixador de Viseu


Citar
Iniciativa da autarquia. A Câmara Municipal de Viseu emitiu um comunicado, anunciando que "pretende atribuir a João Félix a menção de Embaixador de Viseu", de onde é natural o futebolista. A autarquia elogia o trajeto do jovem benfiquista e revela que o presidente, Almeida Henriques, já o convidou para uma receção no salão nobre dos Paços do Concelho.

"Felicitamo-lo pela conquista do título, por toda a época que protagonizou e pela dimensão que a sua carreira já atingiu. É com orgulho que sabemos que a carreira de João Félix começou em Viseu", refere Almeida Henriques. Félix, de 19 anos, também é felicitado por ter sido convocado para a final four da Liga das Nações, que decorrerá em Portugal.

https://www.record.pt/futebol/futebol-nacional/liga-nos/benfica/detalhe/joao-felix-embaixador-de-viseu?ref=Benfica_BucketDestaquesPrincipais

XibinhaSLB

  • *
  • Mensagens: 21574
  • Ano da "Reconquista"
  • Awards: User do Ano 2017
Re: João Félix (79)
« Responder #547 em: 29 de Maio de 2019, 23:18 »
João Félix é projeto colchonero


Citar
Atlético Madrid vê-o como substituto de Griezmann. Luís Filipe Vieira já garantiu por diversas vezes que João Félix – tal como os restantes habituais titulares – só sairá mediante o pagamento da cláusula de rescisão, neste caso de 120 milhões de euros. No entanto, o assédio de mais endinheirados clubes europeus mantém-se e ainda ontem o diário espanhol ‘Marca’ deu conta de que o At. Madrid vê no miúdo um projeto à medida do técnico Diego Simeone, que pretende um substituto de Griezmann à imagem do que aconteceu com o internacional francês. Ou seja, quer poder trabalhar o jovem à sua imagem. Esta semana, vinca a mesma fonte, Jorge Mendes irá reunir-se com o conselheiro delegado dos colchoneros, Gil Marín.

https://www.record.pt/futebol/futebol-nacional/liga-nos/benfica/detalhe/joao-felix-e-projeto-colchonero?ref=Benfica_BucketDestaquesPrincipais

XibinhaSLB

  • *
  • Mensagens: 21574
  • Ano da "Reconquista"
  • Awards: User do Ano 2017
Re: João Félix (79)
« Responder #548 em: 29 de Maio de 2019, 23:28 »
A CONVICÇÃO DE SEFEROVIC SOBRE JOÃO FÉLIX


Citar
Em entrevista a A BOLA, Haris Seferovic diz não ter explicação para o bom entendimento com João Félix no ataque do Benfica, que tantos golos rendeu às águias na segunda metade da época. Sobre o futuro do jovem avançado, o suíço deixa um vaticínio. Você já disse que os movimentos com João Félix não são assim tão treinados, mas a verdade é que se entendem muito bem. De onde vem essa química tão forte? É algo que não se consegue explicar. Temos boas sensações dentro do campo e também fora. Eu entendo como ele joga e quer jogar e ele entende como eu jogo e quero jogar. É top. E na próxima época têm de fazer algo diferente para surpreender as defesas? Não, ficamos assim, espero.

Já o convenceu a ficar mais um ano?

Acho que vai ficar mais tempo.

E vale 120 milhões?

Esse não é o meu trabalho. A única coisa que posso dizer é que tem muita qualidade para ser um jogador de topo.

Como é que os jogadores olham para estes números?

O futebol atualmente movimenta muito dinheiro, mas o que pode fazer-se?

Leia a entrevista na íntegra na edição impressa desta quarta-feira de A BOLA

https://abola.pt/Clubes/Noticias/Ver/790501/40

Botasis

  • *
  • Mensagens: 1510
Re: João Félix (79)
« Responder #549 em: 30 de Maio de 2019, 20:28 »
felix e ronaldo na liga das nacoes. Que delicia

 

TinyPortal © 2005-2012