X
08 de Abril de 2020, 21:33

Autor Tópico: Bruno Costa Carvalho e Grupo da Luz  (Lida 16566 vezes)

Nazgul

  • *
  • Mensagens: 35142
  • You, me and Devil makes three.
  • Awards: Vencedor Fantasy AVDA 2012/2013
Re: Grupo da Luz
« Responder #125 em: 01 de Outubro de 2012, 12:27 »
Realmente fiquei surpreendido com o gobern, pensava que era um cachalote mas só por gostar de comer..

"Um dos paradoxos dolorosos do nosso tempo reside no facto de serem os estúpidos os que têm a certeza, enquanto os que possuem imaginação e inteligência se debatem em dúvidas e indecisões."

Teodoro

  • *
  • Mensagens: 13153
Re: Grupo da Luz
« Responder #126 em: 01 de Outubro de 2012, 23:43 »
Realmente fiquei surpreendido com o gobern, pensava que era um cachalote mas só por gostar de comer..

Nem sócio do Benfica é!!!
Fé é não querer saber a verdade - Friedrich Nietzsche

Hammett

  • *
  • Mensagens: 11403
  • O Campeão ressuscitou!
  • Awards: Vencedor Predictor 2014/2015User do ano 2014
Re: Grupo da Luz
« Responder #127 em: 02 de Outubro de 2012, 14:33 »

Ainda me candidato!!!
E não tenho bigode...


Carai, e tinhas o meu voto!
:gaitan:

BenficaD

  • *
  • Mensagens: 15417
  • Awards: Vencedor Predictor 2010/2011
Re: Grupo da Luz
« Responder #128 em: 02 de Outubro de 2012, 15:01 »
O meu não porque eu não voto  :rir:

Ramiro Lopes

  • *
  • Mensagens: 38446
  • Awards: User do Ano 2011User do Ano 2010
Re: Grupo da Luz
« Responder #129 em: 04 de Outubro de 2012, 18:06 »
AS MENTIRAS CONTINUAM

No último programa “O Dia Seguinte”, da SIC Notícias, fomos brindados por mais mentiras sobre o Benfica.

Desta vez, o autor das inverdades, chamemos-lhes assim, foi o Sr. Dr. Rui Gomes da Silva.

O Sr. Dr. Rui Gomes da Silva afirmou que, mesmo com os actuais estatutos do Benfica, pelo menos 40.000 sócios do Clube estariam em condições para se poderem candidatar à Presidência do Sport Lisboa e Benfica!

40.000?

Terei ouvido bem?

40.000 sócios, Sr. Dr. Rui Gomes da Silva?

É uma pena que um Administrador da SAD engane, de forma tão descarada, os Benfiquistas.

Sr. Dr. Rui Gomes da Silva, sabemos todos que o senhor é politico e por isso a mentira não lhe é algo estranho, mas assim tão descarada não acha um exagero?

Então, vamos lá por partes.

Os estatutos do Sport Lisboa e Benfica prevêem que alguém que se queira candidatar a Presidente do Clube tem que ter, no mínimo, 25 anos de sócio efectivos e ininterruptos.

Isto é, para se poder ser candidato a Presidente tem que se ter, no mínimo, 43 anos de idade, uma vez que só se começa a ser sócio efectivo a partir dos 18 anos e nunca se pode ter falhado qualquer pagamento de quotas durante 25 anos!

Ora muito bem.

O filho de um amigo meu é sócio desde o dia em que nasceu. Ele tem 25 anos e o seu número de sócio está na casa dos 25.000.

Se ele é sócio há 25 anos e está na casa dos 25.000, logo aqui pode-se verificar que o número máximo de presidenciáveis seria de 25.000 e não de 40.000 como afirmou o Sr. Dr. Rui Gomes da Silva.

Qualquer número de sócio acima do 25.000 não poderá ter, portanto, 25 anos de sócio. Terá que ter sempre menos, logo não são potenciais candidatos a presidentes.

No entanto, o filho deste meu amigo, apesar de ter 25 anos de sócio, como tem 25 anos de idade não se pode candidatar a Presidente do Benfica, uma vez que só começou a ser sócio efectivo aos 18 anos, logo ele só tem 7 anos de sócio efectivo e não os 25 exigidos pelos estatutos. Terá que esperar pelos seus 43 anos para se poder candidatar.

Como ele estão milhares nessa situação.

Como milhares são aqueles que, por uma razão ou por outra, ao longo dos anos não pagaram quotas, como são os casos do Sr. Dr. Luís Nazaré ou do Sr. Dr. José Eduardo Moniz.

Assim, se excluirmos do grupo dos potenciais sócios com pelo menos 25 anos de antiguidade aqueles que ainda não atingiram os 43 anos de idade e aqueles que, apesar de serem mais velhos, deixaram de pagar quotas um simples ano, chegaremos a um número de presidenciáveis no Benfica consideravelmente menor e, ao que me dizem, que não ultrapassará os 5.000, apesar de eu não poder confirmar esse número.

De qualquer forma, estaremos, sempre, muito longe dos 40.000 que o Sr. Dr. Rui Gomes da Silva falou e que é um número que está profundamente errado e que foi deliberadamente usado para enganar os Benfiquistas.

O ridículo desta história é que o nosso Benfica, com 6 milhões de adeptos e mais de 200.000 sócios, só tenha cerca de 5.000 pessoas com capacidade, à luz destes estatutos, de poderem ser eleitos presidentes do Clube.

Será que se percebe, agora, a dificuldade de encontrar uma alternativa e formar uma lista credível que lute contra esta podridão?

https://www.facebook.com/bruno.carvalho.963434/posts/4076315905249
Winners focus on winning. Losers focus on Winners

pirralho92

  • *
  • Mensagens: 9835
  • Avante, avante p'lo Benfica!
Re: Grupo da Luz
« Responder #130 em: 26 de Junho de 2013, 17:32 »
Citação de: Bruno Carvalho
PROPOSTA DE REVISÃO DOS ESTATUTOS DO SPORT LISBOA E BENFICA
(PROPOSTA DE BRUNO CARVALHO)

Há muito que me oponho aos actuais estatutos do Sport Lisboa e Benfica.

Bem sei que foram aprovados pelos sócios, mas tal foi feito em cenário pós-eleitoral (em Abril de 2010), onde quase todos os devaneios são permitidos a quem ganhou as eleições, e foram aprovados numa Assembleia Geral em que estiveram presentes apenas 200 sócios.

Os estatutos do Benfica são opacos e muito pouco democráticos, parecendo mais destinados a perpetuar no poder quem dirige o Benfica do que dar a palavra aos sócios na vida do Clube.

Assim, e depois de ouvir opiniões de vários Benfiquistas que quiseram participar nesta reflexão de enorme importância para a vida do Clube, deixo aqui 13 sugestões para a revisão dos estatutos que se impõe e se quer urgente:

PONTO 1
- Proposta: Equiparação dos direitos dos Sócios Efectivos aos dos Sócios Correspondentes.
- Artigos Alterados: Artº 17º, 18º
- Razões: Os Sócios Correspondentes pagam quotas menores do que os Sócios Efectivos porque moram a mais de 50 Km de Lisboa.
Isso é perfeitamente normal porque um Sócio Correspondente terá um custo superior face a quem mora em Lisboa se quiser ir às instalações do Clube para, por exemplo, acompanhar os jogos ao vivo.
Os Sócios Correspondentes não podem servir para apenas pagarem quotas para depois não terem quaisquer direitos electivos.
Tal não faz sentido. Os Sócios Correspondentes não podem ser tratados como “carne para canhão”.
Deste modo, proponho que as quotas dos Sócios Correspondentes se mantenham mais baratas, mas que, em termos de direitos electivos, tenham os mesmos direitos dos Sócios Efectivos.

PONTO 2
- Proposta: Alteração do peso dos votos de cada sócio conforme a seguinte tabela (que é igual aos anteriores estatutos):
* Sócios com mais de um 1 ano e até 5 anos: 1 voto
* Sócios com mais de 5 anos e até 10 anos: 5 votos
* Sócios com mais de 10 anos: 20 votos
- Artigo Alterado: 51º
- Razões: Actualmente existe a seguinte distribuição do peso dos votos:
* Sócios de 1 ano até 5 anos: 1 voto
* Sócios de 5 anos até 10 anos: 5 votos
* Sócios de 10 anos até 25 anos: 20 votos
* Sócios com mais de 25 anos: 50 votos
A tabela actual parece-me claramente desajustada, dando demasiado peso a sócios mais antigos que, podendo ter uma maior importância nas decisões, não devem, no entanto, ser os únicos a decidir os destinos do Clube, retirando o entusiasmo aos mais novos e trazendo algum sentimento de imobilismo e de desânimo.
Os antigos estatutos eram bastante mais equilibrados nessa matéria, tendo um sócio de esperar um período razoável de 10 anos para atingir a plena capacidade eleitoral em vez dos actuais 25 anos que é um período de tempo extremamente longo.
Deste modo, proponho a reposição da distribuição do peso dos votos anterior.

PONTO 3
- Proposta: As Casas do Benfica, Filiais e Delegações deixam de ter direito a voto.
- Artigo Alterado: 52º
- Razões: As Casas do Benfica, Filiais e Delegações são muito importantes na vida do Benfica, mas são isso mesmo: Casas, Filiais e Delegações. Não são pessoas, não são sócios.
Quem manda nos clubes são os seus sócios e todos os membros das Casas, Filiais e Delegações podem e devem ser sócios do Benfica e logo já têm direito a votar.
As Casas do Benfica, Filiais e Delegações poderem votar é tão estranho como, por exemplo, se as Juntas de Freguesia pudessem votar nas eleições legislativas do país e não fossem apenas os cidadãos a votar.
Os únicos com direito a votar devem ser os sócios do Sport Lisboa e Benfica.
Mais ninguém.

PONTO 4
- Proposta: Duração dos mandatos dos Órgãos Sociais de 3 anos.
- Artigos Alterados: 42º, 55º
- Razões: No Benfica, os mandatos sempre foram de 3 anos, tendo sido aumentado para 4 anos nos últimos estatutos.
Num Clube, 4 anos é um ciclo demasiado longo e afasta os sócios tempo demais da vida democrática do Clube.
É importante que os dirigentes proponham coisas novas e expliquem os seus projectos aos sócios e nada melhor para isso do que eleições.
Ciclos mais curtos do que 3 podem afectar a estabilidade de quem lidera os destinos do Clube.

PONTO 5
- Proposta: Alteração das condições para se poder ser membro de um Órgão Social do Benfica para o seguinte:
* Antiguidade mínima de 5 anos como Sócio Efectivo ou Correspondente ininterruptos face à data das eleições
* Terem um cadastro criminal limpo
* Nos casos dos Presidentes da Mesa da Assembleia Geral, Direcção e Conselho Fiscal, obrigatoriedade de terem, pelo menos 35 anos de idade
- Artigos Alterados: 53º, 61º, 65º
- Razões: A antiguidade mínima de 5 anos foi a exigida ao actual Presidente do Benfica das 3 primeiras vezes que foi eleito, bem como era o exigido quando foram eleitos Presidentes como Ferreira Queimado, Borges Coutinho, Fernando Martins, João Santos, Jorge de Brito, Manuel Damásio ou Manuel Vilarinho.
Não há nenhum motivo para que esse prazo seja alargado.
A introdução da obrigatoriedade dos 35 anos, igual à exigida para Presidente da República, garante a maturidade dos Presidentes dos Órgãos Sociais.

PONTO 6
- Proposta: Qualquer membro de um Órgão Social, inclusivamente o Presidente da Direcção, poderão ser remunerados.
- Artigo Alterado: 44º
- Razões: O tempo do desporto amador já passou.
O desporto actual é altamente profissionalizado e não faz sentido que os únicos amadores sejam os dirigentes.
As necessidades dos grandes clubes exigem profissionalismo e dedicação exclusiva.
Tal não pode ser exigido sem uma contrapartida remuneratória.

PONTO 7
- Proposta: Só poderá haver voto electrónico, desde que acompanhado de voto físico que permita recontagens. Em caso de recontagem, prevalecerá o voto físico.
- Artigo Alterado: 57º
- Razões: o valor mais importante quando se pretende que haja democracia é a confiança.
Assim, quem vota, tem que ter a certeza que os resultados correspondem à votação real.
É por isso mesmo que, quando há dúvidas, se pede a recontagem dos votos.
O voto electrónico é muito prático e permite um rápido apuramento dos resultados, mas sem o correspondente voto físico torna-se totalmente insuficiente porque não permite recontagens.
Há, também, sempre a suspeita de que o voto electrónico é um meio que não é 100% seguro sendo permeável a manipulações.
Daí a necessidade de eliminar quaisquer suspeitas, o que só é possível com o voto físico.

PONTO 8
- Proposta: Proibição estatutária de exercícios com contas de exploração negativas. A verificação de um prejuízo nas contas anuais significará a queda da Direcção e de todos os Órgãos Sociais e a convocação de eleições no prazo de 60 dias. Se por alguma razão extraordinária for necessário que um exercício apresente resultados líquidos negativos, esse orçamento deverá ser levado a uma AG Extraordinária para o efeito e deverá ser aprovado por 2/3 dos votos.
- Artigo Alterado: NOVO
- Razões: Exercícios negativos põem em risco a sobrevivência do Clube.
Desta forma, as Direcções devem ajustar os seus gastos às receitas geradas e serem impedidas de comprometer o futuro do Clube.
Qualquer irresponsabilidade conduzirá, de imediato, à destituição de todos os Órgãos Sociais e à convocação de eleições.

PONTO 9
- Proposta: A não aprovação do Orçamento ou do Relatório e Contas do Sport Lisboa e Benfica em Assembleia Geral obrigará a Direcção à sua reapresentação em nova Assembleia Geral que decorrerá, exclusivamente para esse efeito, no prazo máximo de 30 dias após o chumbo inicial. Um segundo chumbo implicará a queda da Direcção e de todos os Órgãos Sociais e a convocação de eleições no prazo de 60 dias.
- Artigos Alterados: 35º e 36º
- Razões: A apresentação do Orçamento e do Relatório e Contas são o momento em que qualquer Direcção recebe o apoio dos sócios para o trabalho que está a desempenhar.
O Orçamento mostra o rumo que a Direcção propõe para o Clube.
O Relatório e Contas demonstra até que ponto as perspectivas se confirmaram ou não.
O chumbo de qualquer um destes documentos torna inviável a prossecução da actividade de qualquer Direcção, uma vez que significa a quebra de confiança entre os sócios e quem dirige o Clube.

PONTO 10
- Proposta: Alteração das condições mínimas exigidas para a convocação de uma Assembleia Geral Extraordinária, passando a ser necessários 4.000 votos e exigindo-se a presença de somente 50% dos subscritores do pedido.
- Artigo Alterado: 55º
- Razões: Uma AG Extraordinária não deve ser uma coisa comum, que se convoque todos os dias e por qualquer motivo, mas também não deve ser algo quase impossível de se realizar.
Propõe-se o mínimo de 4.000 votos para a convocação de uma AG Extraordinária, mas com o novo peso dos votos (ver Ponto 2) qualquer sócio com mais de 10 anos passará a dispor de 20 votos, o que alarga substancialmente o universo dos sócios com o número máximo de votos, facilitando-se, desta forma, e de uma maneira substancial, a obtenção dos votos necessários para a sua convocação.
A redução da percentagem exigida de presenças obrigatórias aos subscritores do pedido de uma AG Extraordinária tornará o processo mais simples.
Assim, convocar uma AG Extraordinária não se tornará um acto banal, mas também não será nada de impossível.

PONTO 11
- Proposta: Alterar o actual sistema de contagem de votos nas Assembleias Gerais e substituí-lo por um que permita a eficaz e correcta contagem dos votos.
- Artigo Alterado: NOVO
- Razões: Para quem nunca assistiu a uma AG do Benfica, provavelmente não acreditará como é que é possível que, em pleno século XXI, alguém possa contar os votos de forma tão deficiente. Os sócios vão colocando o braço no ar e uma ou duas pessoas andam a contar os votos.
Ninguém presente na AG tem a mínima confiança nos resultados obtidos.
Como já tive oportunidade em dizer atrás, a confiança é um elemento essencial numa democracia e é preciso que haja um sistema de contagem de votos que dê todas as garantias aos sócios de que os resultados coincidem realmente com a votação efectuada.

PONTO 12
- Proposta: Renumeração dos sócios, pelo menos, a cada 5 anos em vez dos 10 actuais.
- Artigo Alterado: 15º
- Razões: O mundo acelerou muito e, actualmente, fazer algo a cada 10 anos faz pouco sentido.
Todos sabemos que os sócios gostam de ter números baixos e fazer a actualização dos números a cada 5 anos pode funcionar como uma ferramenta de marketing.

PONTO 13
- Proposta: Obrigatoriedade na participação em pelo menos dois debates, com o mínimo de 1 hora cada, dos candidatos a Presidente de Direcção. Os debates deverão ser realizados, em directo, pelo canal de televisão do Clube. No caso de haver um só candidato, os debates serão substituídos por duas entrevistas que deverão ser conduzidas por, pelo menos, 3 jornalistas de órgãos de comunicação social independentes do Clube e que deverão ser convidados para o efeito pelo canal de televisão do Benfica.
- Artigo Alterado: NOVO
- Razões: Quem quer ser Presidente do Benfica terá que debater com os restantes candidatos os projectos para o Clube como parte do processo de esclarecimento dos sócios.
Só conhecendo os diversos projectos, com clareza, é que os sócios poderão ter um voto esclarecido e informado.
No caso de haver um só candidato, deverão ser conhecidos os projectos que são apresentados para o Clube.

Este conjunto de propostas, estou em crer, devolverá o espírito democrático que sempre presidiu aos destinos do Benfica e que está no código genético do nosso Clube.

As pessoas passam e o Benfica permanece.

Quanto melhores forem os estatutos, quanto mais os sócios puderem influenciar e participar a vida do Clube, melhor será o futuro do Benfica.

O que me move é uma única coisa: a luta pela glória e grandeza do Benfica.

Viva o Benfica!

Bruno Carvalho

Nazgul

  • *
  • Mensagens: 35142
  • You, me and Devil makes three.
  • Awards: Vencedor Fantasy AVDA 2012/2013
Re: Grupo da Luz
« Responder #131 em: 26 de Junho de 2013, 18:14 »
 :lol3: :lol3: :lol3:

Isso vai já ser levado em conta. Vai ser tipo "Agradecemos as sugestões e vamos analisar mas em prol do benfica e não de alguns garotões!" e... fica assim.

Se houver resposta.

"Um dos paradoxos dolorosos do nosso tempo reside no facto de serem os estúpidos os que têm a certeza, enquanto os que possuem imaginação e inteligência se debatem em dúvidas e indecisões."

Rebelde

  • *
  • Mensagens: 26078
  • Awards: Vencedor Predictor 2015/2016Vencedor Predictor 2012/2013
Re: Grupo da Luz
« Responder #132 em: 26 de Junho de 2013, 18:17 »
Mas é uma boa proposta... Também não é difícil, guiou-se pelo que tínhamos
Rumo ao 38!

Castro

  • *
  • Mensagens: 1681
  • MCMLXXXIV
Re: Grupo da Luz
« Responder #133 em: 26 de Junho de 2013, 18:37 »
Mas está uma grande ideia, e muito bem elaborada!

Ragazzo 1904

  • *
  • Mensagens: 5940
Re: Grupo da Luz
« Responder #134 em: 26 de Junho de 2013, 20:16 »
É só dizerem que foi proposta pelo Ex-Porto Canal e além de nem leram as linhas escritas, os 50 votos são imediatamente utilizados para chumbar.
Chove? Faz Frio? Faz Calor? Que importa? Nem que o jogo seja no fim do mundo, entre as neves das serras ou no meio das chamas do inferno...
Por terra... Por mar... Ou pelo ar, eles ai vão OS ADEPTOS DO BENFICA atrás da equipa... Grande... Incomparável... Extraordinária... MASSA ASSOCIATIVA!

É ESTA A MÍSTICA DO BENFICA!

Rebelde

  • *
  • Mensagens: 26078
  • Awards: Vencedor Predictor 2015/2016Vencedor Predictor 2012/2013
Re: Grupo da Luz
« Responder #135 em: 07 de Julho de 2013, 11:08 »
Entrevista a Bruno Carvalho

ENQUADRAMENTO E O PASSADO

Gostaríamos que começasse por se apresentar. Quem é o benfiquista Bruno Carvalho?
Sou uma pessoa normal. Benfiquista por influência do meu avô que era Benfiquista e foi jogador do Clube. Tenho 3 filhos (com 13, 11 e 10 anos) que, felizmente, são todos Benfiquistas.
Nasci na Guiné, vivi grande parte da minha vida na cidade Porto, vivi um ano em Cardiff, dois anos em Londres e Madrid e vivo há 4 anos em Lisboa.
O grau de Benfiquismo não se altera consoante o lugar onde se vive, mas confesso que é muito mais fácil ser-se Benfiquista em Lisboa do que em qualquer outro sítio.
O Benfica é a minha grande paixão.

Com honestidade, soube pela primeira vez da sua “existência” por ocasião das eleições e do blog que lançou e, entretanto, encerrou. Porquê sair do anonimato?
Eu nunca saí de um relativo anonimato. Aliás, gosto do anonimato.
Quando me candidatei a Presidente do Benfica, em 2009, várias revistas cor-de-rosa quiseram entrevistar-me e eu sempre recusei.
Claro que ser candidato ao Benfica nos deixa algo expostos, mas eu não gosto dessa exposição.
Fui Director de 2 canais de televisão, ocupei outros lugares relevantes, fui mandatário do Dr. Francisco Assis e nunca ouviram falar de mim. Ou ouviram pouco.

Incompreensivelmente, o Bruno Carvalho é visto como “persona non grata”. Como explica esta situação?
Não sei se sou visto como “persona non grata”. Acho que não. Já fui, mas isso é passado.
Nas duas últimas Assembleias Gerais do Clube vi o Presidente do Benfica sair rodeado por seguranças. Eu estive lá normalmente, falei, e fui bastante aplaudido.
O que aconteceu em 2009 foi fruto de uma campanha inqualificável contra mim. Mas são águas passadas. Hoje os Benfiquistas conhecem-me muito melhor.

Há quantos anos é sócio do SL Benfica?

Sou sócio do há 11 anos, desde 2002.

O FCPorto alguma vez teve alguma ligação, ainda que oficiosa ou de parceria, com o Porto Canal enquanto o Bruno Carvalho foi um dos sócios?

Claro que não. Eu fundei o Porto Canal em 2006, sendo um accionista minoritário. Em 2009, vendi a totalidade minha participação a uma empresa.
Refira-se que o Porto Canal era um canal de televisão dedicado à cidade do Porto, onde vivem milhares de Benfiquistas, e nada tinha a ver com nenhum clube de futebol.
Em 2011, o canal foi vendido ao FC Porto, venda à qual eu sou alheio.
Essa confusão faz parte do conjunto de mentiras que serviram para enganar os Benfiquistas e denegrir a minha imagem.

Porque entende que as suas propostas e candidatura ao SL Benfica foi vista como oportunista? Como um “enviado do FC Porto”?
Essa pergunta mostra apenas a que estado chegou o Benfica.
Há pouco tempo vimos 6 candidatos a Presidente do Sporting. Algum foi acusado de não ser sportinguista?
Tem de haver o mínimo de respeito pelas pessoas!
Eu sou uma pessoa séria, com amigos de infância que conhecem o meu Benfiquismo.
Exijo que me respeitem. Que me respeitem a mim e ao Benfica!

Chegou mesmo a pensar que poderia ser “levado a sério” com a ideia da candidatura no avião e com pessoas como Carlos Azenha, com um passado copioso no Setubal e confesso admirador do FC Porto?
Essa pergunta é curiosa e não me levem a mal, mas mostra o projecto de país que Portugal é e que pequenino pensamos.
A minha campanha foi dirigida por uma empresa de Madrid cujo dono foi responsável pela campanha da 1ª candidatura de Florentino Perez ao Real Madrid. A ideia do avião foi deles e queria simbolizar que o Benfica podia voar alto de novo.
Tínhamos razão. Nos últimos 10 anos o Benfica perdeu 8 campeonatos e nos últimos 20 perdeu 17!
Não percebo o conformismo de tantos Benfiquistas. Eu sei que podia fazer muito melhor!
A reacção ao avião teve algo de provinciano, de meio pequeno que, afinal, é o que o nosso país é.
Quanto ao Carlos Azenha, pareceu-me uma boa escolha na altura, apesar de se saber que não foi a minha primeira opção. Na altura Azenha ainda não estava no Setúbal e era alguém muito promissor. Nunca saberemos o que poderia ter sido no Benfica. O que sabemos é que não foi Carlos Azenha quem perdeu 3 campeonatos seguidos no Benfica e todos sabemos o quão difícil é treinar clubes mais pequenos. Por exemplo, Jesus desceu o Felgueiras (1995/96) e o Moreirense (2004/05), ano em que o Benfica foi campeão. A vida é feita destas coisas.

Sendo um homem dos media, do Norte e do Porto, alguma vez teve a possibilidade de privar com o Sr. Pinto da Costa ou com aqueles a quem chamam, os homens do Sistema, como Fernando Gomes, Valentim Loureiro, Pinto de Sousa ou Joaquim Oliveira?
Não conheço o Dr. Fernando Gomes nem o Sr. Joaquim Oliveira pessoalmente. Os outros conheço, mas não sou amigo pessoal.
Já agora, gostava de recordar, porque foi dito pelo próprio, que o actual Presidente do Benfica era amigo pessoal de Pinto da Costa, Fernando Gomes e Joaquim Oliveira. Com Pinto da Costa, Vieira tinha uma relação estreita (familiar e futebolística) e era até sócio do FC Porto.
Luís Filipe Vieira também disse, publicamente, ser amigo pessoal de Joaquim Oliveira e Fernando Gomes, tendo mesmo apoiado este último para Presidente da FPF.
Fazerem-me estas perguntas a mim é um pouco estranho quando se tem um Presidente com estas relações!
Já agora, o actual Presidente do Benfica é, também, amigo de António Salvador e parece que ambos têm negócios no Brasil, mas isso não preocupa ninguém e preocupam-se comigo?

Alguma vez antes, durante ou depois das eleições tentou ter algum contacto ou foi contactado pela Direcção do SL Benfica? Porque motivo?
Depois das eleições nunca tive nenhum contacto com ninguém do Benfica. Durante a campanha eleitoral de 2009 chamaram-me “garoto” e o Presidente veio até um hotel onde eu estava reunido insultar-me.
Depois mudaram os estatutos para que eu não me pudesse candidatar.
Nas duas últimas AGs intervim. Numa delas o Presidente do Benfica não ouviu palavra porque esteve sempre ao telemóvel, na outra riu-se de tudo o que eu disse.
É certo que em 2009 talvez me tenham convidado para alguma coisa para me calarem.

Na sua opinião, porque ao cabo de 12 anos de Liderança do SL Benfica, apenas com dois títulos de campeão, Luís Filipe Vieira tem ainda tamanha maioria nas votações e sofre uma contestação bastante moderada?

É um mistério absoluto. Mas se quisermos algumas explicações podemos avançar 3:

    a falta de cultura de exigência que há no Benfica
    a exploração até ao limite do caso Vale e Azevedo
    com o voto electrónico, sem ser acompanhado por voto físico, nunca sabemos ao certo os resultados. Recordo que no dia anterior às últimas eleições, o profético jornal “A Bola” avançou com uma sondagem que dava 83,7% a Vieira tendo o resultado final sido de 83,02%! Fantástica precisão, sobretudo, se pensamos na dificuldade em saber quem vota de facto, uma vez que há muitos Benfiquistas que não são sócios e depois acresce o problema de alguns terem 1 voto, outros 5, outros 20 e, ainda, outros 50 votos. No entanto, todas essas complicações não impediram “A Bola” de acertar, em cheio, no resultado.

O que falhou na sua candidatura para ter apenas 3% de votos? Porque optou por não concorrer às eleições seguintes?

Com a campanha feita contra mim até podia ter sido pior. De resto, só não concorri nas últimas eleições porque mudaram os estatutos para que eu não me pudesse candidatar.

Se sente que nunca foi efectivamente aceite pelos sócios... porque não optar antes por apresentar um projecto de apoio à Direcção, ou seja, apresentar projectos, ideias e soluções à Direcção?
Mais? Querem que eu apresente mais? Eu, em 2009, apresentei um projecto que os Benfiquistas nunca tinha visto. Vieira ganhou com mais de 90% sem ter escrito uma linha, sem apresentar uma ideia. Para que servem, então, os projectos?
Quem me acompanha no facebook sabe que eu proponho soluções para todos os problemas do Benfica que eu identifico.
Nunca se conheceu tanto o pensamento de alguém que se candidatou a Presidente do Benfica como se conhece o meu.

Vai aos jogos do SL Benfica no estádio? E aos pavilhões?
Vou aos jogos que entendo e quando quero. Já tive um camarote na Luz, em nome de uma empresa, e nunca disse nada a ninguém. Essas coisas ficam connosco e não são bandeira para ninguém.
Luís Filipe Vieira costumava ir aos jogos antes de ser Presidente do Benfica? Mesmo como Presidente falta tanto e nos momentos mais importantes...

O PRESENTE
   
Qual a sua opinião de Luís Filipe Vieira, o Homem? Consegue distinguir de Luís Filipe Vieira, o Presidente?
Como podem calcular não vou emitir qualquer opinião sobre Luís Filipe Vieira enquanto pessoa.
Enquanto Presidente do Benfica, estou profundamente desiludido com os resultados desportivos e financeiros.
Sei que comigo o Benfica estaria muito melhor, ganharia muito mais e estaria com muito mais saúde nas suas contas.

Se fosse chamado por Luís Filipe Vieira para integrar a equipa de gestão do SL Benfica, como reagiria?
Essa questão é absurda, mas toda a gente sabe que recusaria como talvez o já tenha feito no passado.

Por falar em integração de opositores, como vê a integração de João Varandas Fernandes e José Eduardo Moniz na estrutura directiva do SL Benfica e de Administração da SAD, no caso do JEM?
Não me merece muitos comentários. A pergunta deveria ser feita a eles: o que é que mudou de 2009 para 2012 no Benfica que lhes calasse as criticas e aceitassem juntar-se à equipa de Vieira? É que a situação desportiva manteve-se péssima e as contas pioraram. Não quero dizer mais nada.

O NGB tem apontado muitas vezes, inclusivamente indicando potenciais soluções, que o mais grave problema do SL Benfica é o “amadorismo dos profissionais”, onde temos imensa gente com pouca competência ou capacidade para os cargos que ocupam e acabamos sempre a reagir em vez de agir e sempre a “correr atrás do prejuízo”. Concorda?
Concordo. O Benfica devia guiar-se por 2 critérios para nomear pessoas para os cargos:
1. A competência.
2. O Benfiquismo (excepto para treinadores e jogadores)
Mas não é assim que as coisas se passam, infelizmente. E o pior é que não aprendem com os erros e todos os anos há erros novos para cometerem.

Concorda com a ideia do GB que o Presidente manda “de menos”, devido ao facto de não se dedicar a 100% e, com isso, acaba por ficar muita coisa nas mãos de gente que decide mal ou acaba por não decidir, estando sempre a espera de poder exercer influencia no Presidente?
Não. Não concordo. O Presidente tem todo o poder de que necessita, mas falta-lhe amor ao clube, paixão pelo clube e dedicação ao clube. Esse é o maior problema. Vieira não respira Benfica. Ainda hoje não consigo compreender como é que foi para o Brasil tratar dos seus negócios na semana do jogo contra o Estoril. É totalmente incompreensível.

Como homem dos media, como vê este novo rumo da Benfica TV? Há dias o NGB apresentou um “plano de evolução da Benfica TV, onde era apontada uma necessária “revolução”. O que acha da forma como foi conduzido o processo?
Eu trabalho em televisão desde 1999. Fui director de 2 canais ( e convidado para mais alguns) e fui eu quem apresentou ao Benfica a ideia da Benfica TV. Faço consultoria para várias televisões de vários pontos do mundo e sou Director de Conteúdos da maior produtora europeia de televisão, algo que terá escapado na vossa análise que li atentamente. Neste momento, não me quero pronunciar porque entro em conflito directo com o sigilo profissional a que me sinto obrigado.

Qual a sua opinião sobre a Comunicação do Clube? O que entende que deveria ser diferente?
Que comunicação do Clube? A vaidade do Sr. João Gabriel? A comunicação do Clube não existe e o que se faz é uma vergonha e um insulto ao prestígio do Benfica. O Benfica não merecia isto.

Considera que a forma desastrosa como o SL Benfica comunica tem impacto nos resultados desportivos?
Claro! Eu insurgi-me contra a conferência de imprensa do Sr. João Gabriel após o jogo da Madeira e antes do jogo contra o Estoril. Acharam, na altura, que o campeonato estava ganho e não conseguiram conter-se. Na altura, quase toda e gente me criticou e os resultados estão á vista de todos. Os resultados desportivos são a soma de um conjunto grande de factores e a comunicação é de importância fundamental. Ou alguém acha que os jogadores, treinadores e até os adeptos não são influenciados pelo que se diz?

Qual a sua opinião sobre o modelo de gestão de Luís Filipe Vieira? Considera que integra os sócios ou apenas nos momentos que são necessários/precisos? Concorda com a ideia de alguns que dizem que o clube é gerido como se fosse do Presidente?
Este Presidente e esta Direcção não respeitam os sócios. Por exemplo, as contas são chumbadas em Assembleia Geral e não acontece nada. O Clube vende a Benfica TV à SAD e os sócios não são consultados. Não se percebe que a razão de ser do Benfica são os sócios. Infelizmente, hoje os sócios não mandam no Clube.

Qual a sua opinião sobre a importância (ou não) que a blogsfera pode ter na vida do Clube? E as redes sociais?
As redes sociais e a blogosfera são importantes em todos os domínios porque são livres. É verdade que há excessos, mas a liberdade sobrepõe-se. Esta entrevista é prova disso. Seria impossível na Benfica TV, na Bola ou no Record, por exemplo. Talvez achem que eu não tenho interesse. Se eu um dia for Presidente do Benfica andarão logo atrás de mim.
Os órgãos de comunicação social convencionais perderam a coragem e estão amarrados a teias de interesses.
Saúdo a blogosfera e a coragem do vosso blog em fazer-me esta entrevista.
Digo isso com toda a sinceridade e com muita pena de ver como funciona o mundo.

O SL Benfica faz um bom trabalho nesses domínios?
Vocês sabem isso muito melhor do que eu. No Benfica faz-se algum trabalho, mas muito básico. E esse trabalho seria fundamental, sobretudo, junto dos adeptos mais novos.

Qual a sua opinião sobre as modalidades passarem um ano inteiro “abandonadas” pela Direcção, no que diz respeito a terem o Presidente, Vices, Directores e mesmo elementos do futebol sénior (com todo o impacto mediático) nos jogos ao longo do ano?
Depois de constatar que o Presidente faltou a uma final europeia de hóquei em patins e não viu o Benfica a sagrar-se campeão europeu pela primeira vez na sua história está tudo dito.

Na formação entende que deveria ser também assim?
Eu tenho um entendimento algo diferente da formação daquele que é convencional. A formação deve servir para formar e não deve estar orientada para resultados, não se retirando, como é evidente, o carácter competitivo às equipas mais jovens.
De qualquer forma, de que nos serve a formação se depois não aproveitamos ninguém?

Tem suporte (credibilidade) com instituições financeiras que lhe permitam ter acesso a financiamento das mesmas? Senão, como se propõe a negociar com a banca a dívida do Benfica e o acesso a financiamento?
Eu sou economista e trabalhei durante anos em Banca de Investimento. Conheço bem os bancos por dentro. Mas não se iludam, hoje em dia os bancos emprestam dinheiro ao Benfica e não a pessoas. Ainda agora vimos isso no Sporting.

De onde nasce a sua candidatura à presidência do SLB?
A minha candidatura nasce após ter passado um ano a escrever e reflectir sobre o Benfica no blog que fundei com um conjunto de Benfiquistas muito conhecidos.
Havia muita coisa errada e eu proponha soluções.
Isso começou a chamar a atenção a muita gente e um dia, um grande Benfiquista, o Sr. Comandante João Parada desafiou-me publicamente para eu me candidatar à Presidência do Clube.
Eu pensei e acabei por avançar.
Acreditava que podia ter soluções para o que estava errado.
Por incrível que pareça a maior parte dos problemas que eu apontava ainda subsistem.

Que participação teve na vida do clube antes da sua candidatura ao SLB?
Tive a participação de um sócio normal. Vibrava intensamente com o Clube. O Benfica sempre foi uma enorme paixão da minha vida. As pessoas mais próximas de mim não percebem porque é que eu me exponho tanto por causa do futebol tendo eu a vida recatada que tenho. Mas o Benfica é uma paixão que não se explica. Sente-se.

O que pensa do papel de: Rui Costa? João Gabriel? J Eduardo Moniz? Varandas Fernandes? Luis Nazaré?

Sinceramente, não vejo qualquer utilidade em individualizar a acção de cada um deles. Posso, no entanto, dizer que admirei muito Rui Costa como jogador e que José Eduardo Moniz é a principal figura da televisão Portuguesa. Varandas Fernandes não conheço, estive com ele apenas uma vez num debate na TVI24. Luís Nazaré tem o difícil papel de ser Presidente da Mesa da Assembleia Geral num momento em que os sócios não importam para a Direcção. Quanto a João Gabriel tenho uma dúvida: ele é Benfiquista? E João Gabriel é o único Director de Comunicação que conheço que dá entrevistas e se promove a si mesmo.
Em clubes bem organizados os Directores de Comunicação fazem com que a mensagem do clube saia conforme o pretendido, mas quem fala são os protagonistas. No Benfica o Director de Comunicação quer ser protagonista. Enfim...

Manteria JJ como treinador do SLB após a última temporada?
Tornei pública a minha posição em diversos órgãos de comunicação social sobre essa matéria.
Defendi a sua continuidade porque considero que, ainda assim, é Jorge Jesus que consegue disfarçar a gritante falta de estrutura e de organização do Benfica.
Enquanto o Benfica não conseguir construir uma estrutura em que o treinador seja apenas mais um elemento vai ter muitas dificuldades para ganhar.
Claro que me custa defender a continuidade de um treinador que perdeu 3 campeonatos seguidos, mas creio que a mudança poderia trazer péssimas consequências para o Benfica.
Apesar de não estar de acordo com a actual politica da Direcção do Benfica, eu tento defender o que acho ser melhor para o Clube em cada momento.
Dito isto, parece-me uma péssima decisão terem renovado com JJ por 2 anos.
Eu achou que deviam ter renovado por mais uma época com duas de opção. Se ganharmos o próximo campeonato estaria perfeito, porque teríamos assegurado o treinador campeão por mais 2 anos. Se perdermos o campeonato, isso significará que será o 4º ano seguido que Jesus perde e parece-me totalmente insustentável continuar com ele, o que implicará o pagamento de uma elevada indemnização.

O FUTURO

Se pudesse colaborar com o Presidente, com carta branca para fazer mudanças organizacionais, o que faria desde já? Quais seriam as suas prioridades?
Teria três prioridades imediatas:
1. Criar uma estrutura sólida, profissional e Benfiquista de modo que o Clube possa ser campeão de um forma sistemática
2. Adoptaria uma politica que implicasse uma consistente diminuição do passivo. Por exemplo: 25% do valor da venda de qualquer jogador serviria para abater, de imediato, passivo bancário
3. Devolveria o Clube aos sócios e restituiria a democracia ao Benfica. O Presidente do Benfica deve estar ao serviço dos sócios e não o contrario.

O que acha que será a nova Benfica TV? Considera que falta fazer/mudar algo?
Eu defendo que, a ter um canal Premium, o Benfica deveria ter 2 canais de televisão.
Acho que o Canal Premium (pago) não se devia chamar Benfica TV e que deveria poder abrir-se a outros clubes, ao mesmo tempo que penso que seria importante manter um canal gratuito (esse sim com a marca Benfica TV) que mostrasse a vida do Clube aos sócios e fomentasse o Benfiquismo em Portugal e no mundo.
De qualquer maneira não quero dizer muito mais porque entra na área de sigilo profissional a que me sinto obrigado.
Mesmo tendo José Eduardo Moniz à frente deste projecto, que é um profissional muito competente, eu creio que o caminho traçado é de alto risco e que se afasta do “core business” do Benfica que deveria ser o desporto e em especial o futebol.
Explicando-me melhor, um Hospital Privado ou um Casino são coisas que provavelmente dão dinheiro, mas deverá o Benfica abrir unidades dessas?

Pretende ser candidato ao SL Benfica em 2016? Ou considera que José Eduardo Moniz irá ser sucessor “natural” de Luís Filipe Vieira, como alguns dizem ter sido a promessa para integrar a equipa?
2016 está muito longe. Veremos. No Benfica não há sucessores naturais. Deverá haver projectos e ideias e os sócios deverão poder decidir o futuro que querem para o Clube.

Outros dizem que Rui Costa está no SL Benfica “à espera” de ter condições para ser Presidente. Concorda?

Essa pergunta terá que ser feita a Rui Costa, não a mim.

Qual a sua perspectiva e expectativa para a nova temporada que agora se inicia?

Eu tenho sempre muita fé e muita esperança que o Benfica vença sempre, mas quando não se mudou nada estruturalmente não se devem antecipar resultados muito diferentes dos anos anteriores.

Quais são as cinco principais iniciativas ou mudanças que terão que ser levadas a cabo no SL Benfica?

Respondi a essa pergunta no ponto 3.1.

Acha que os benfiquistas conseguirão “aguentar-se” sem contestação mais séria se a Direcção e a equipa de futebol voltar a falhar este ano?
Não sei. Mas o que posso dizer é que os critérios de exigência estão mais baixos do que nunca.
Ficámos satisfeitos por chegar às decisões. Já não é preciso ganhar nada.
E isso é dito por treinador e Presidente sem quaisquer consequências.
Perdemos 8 campeonatos nos últimos 10 anos. Perdemos 17 campeonatos nos últimos 20 anos. A última vez que ganhámos dois campeonatos seguidos foi há 29 anos (em 1984) e a última vez que fomos tricampeões foi há 36 anos (em 1977).
Isto significa que já há muitos e muitos que não fazem a mínima ideia do que o Benfica era.
E a desculpa para tudo isto é um Presidente que saiu do Benfica há já 13 anos.

Nesse caso, não acha que neste momento deveríamos antes estar a colaborar todos (apontando soluções à Direcção) ao invés de contar espingardas?
Mas quem é que está a contar espingardas?
Quem me lê diariamente sabe que eu proponho múltiplas soluções e faço inúmeras propostas.
Elogio quando devo elogiar e critico quando não concordo.
Para mim o Benfica está acima de quaisquer interesses pessoais.

Nas modalidades, depois de anos consecutivos de muito dinheiro gasto... parece que este ano irão sair muitos atletas, com uma consequente redução dos orçamentos. Qual a sua opinião?
Não posso deixar de elogiar o facto de o Benfica ser tão eclético e ter modalidades que outros grandes não têm.
No entanto, causa-me muita confusão que o Presidente do Benfica não tenha estado presente em nenhum momento decisivo de qualquer modalidade.
Também me causa estranheza o facto de ver treinadores ganhadores (andebol, futsal e hóquei) saírem do Clube.
As modalidades são muito importantes e tenho alguma dificuldade em entender a estratégia seguida.

Qual a sua opinião sobre a não inclusão no plantel de Miguel Rosa e Nelson Oliveira, os produtos mais “maduros” da formação?
Mais do que referir casos específicos creio que seria um sinal de inteligência aproveitar melhor os produtos da nossa formação.

Que estrutura para o futebol consigo no clube? Que nomes convidaria para essa mesma estrutura?
Convidaria só Benfiquistas, excepto treinador e jogadores. No Benfica só deveria haver Benfiquistas.
Numa estrutura como eu defendo, mais importante que os nomes são as tarefas e como elas devem ser desempenhadas.
Eu sei que é algo a que os Benfiquistas não estão habituados. Parece que os Benfiquistas se acostumaram à feira de vaidades que o Clube proporciona.

Qual a sua matriz para o relacionamento com o Sporting? E para com o FC Porto? E os restantes clubes?
Essa pergunta é interessante.
Se olharmos para os principais campeonatos: Alemanha. Inglaterra, Espanha e Itália o que vemos? Vemos os clubes principais com a máxima rivalidade em campo, mas que se respeitam e colaboram para defender a indústria do futebol.
Relações cortadas entre grandes clubes é um sinal de terceiro-mundismo.
Eu sei que os adeptos gostam dos confrontos verbais, mas isso são cortinas de fumo para disfarçar insucessos.
Onde eu quero ganhar aos outros é em campo, não é verbalmente nem nos insultos.

Que intervenção pensa que o clube deve ter junto da AF Lisboa e da FPF?
O facto de o Benfica ter apoiado o Dr. Fernando Gomes para Presidente da FPF é algo que ainda hoje me choca e é totalmente incompreensível. Como se pode apontar o dedo a um “sistema” e depois apoiar um dos rostos desse “sistema”?
O Benfica deveria procurar para esses lugares homens sérios e íntegros que não prejudicassem nem beneficiassem ninguém e que fossem respeitados por todos. Dou alguns exemplos de nomes: Bagão Félix ou Humberto Coelho. Agora, apoiar Fernando Gomes? Como é possível?

Que destino daria à Sede da R. Regedor?
Segundo julgo saber, as instalações da Rua Jardim do Regedor nunca foram a sede do Benfica. A sede estava situada na Av. do Uruguai, em Benfica.
No entanto, trata-se de um edifício histórico de enorme importância para o Clube e que deve ser mantido e preservado e que deve ser utilizado pelos sócios.

O que entende que deve ser a expansão da marca Benfica a nível internacional? Como daria seguimento a essa expansão?
Os triunfos é que solidificam e expandem uma marca. É por aí que temos que começar. O Benfica tem que ganhar muito mais, ser sistematicamente campeão.
O Benfica deveria ter nas suas camisolas, por exemplo, um grande patrocinador mundial e não um operador local.
Estar, este ano, no pote 1 do sorteio da Champions é, nesse contexto, um factor amplamente positivo.
Não esqueço também o papel que uma Benfica TV com qualidade e que as Casas do Benfica por esse mundo fora podem ter na expansão da marca.

Acha que o Benfica como clube deve impor a presença de mais jogadores da formação junto da equipa principal?
Acho que não. Essa não pode ser uma decisão unilateral do Benfica.
Creio que o Benfica podia ajudar a mudar as regras junto da FPF, obrigando todas as equipas a alinhar com pelo menos 3 jogadores portugueses na equipa inicial em todas as competições internas. Isso traria efeitos muito positivos para o futebol português e, claro, por arrastamento, para a formação.
Mas o Benfica não pode fazer isso sozinho, pois arriscar-se-ia a perder competitividade interna.

in http://geracaobenfica.blogspot.pt/2013/07/exclusivo-ngb-entrevista-bruno-carvalho.html
Rumo ao 38!

ucallmegod

  • *
  • Mensagens: 7306
  • Awards: User do Ano 2015Vencedor Predictor 2013/2014
Re: Grupo da Luz
« Responder #136 em: 04 de Agosto de 2013, 21:18 »
Boa entrevista. Já tive oportunidade de privar com o Bruno Carvalho e percebi que vai continuar activo. Para além da contestação no estádio ou nas redes sociais, é fundamental existirem "rostos da oposição".

Acho que não tem perfil para ser presidente mas espero que um dia integre a direcção.
O Benfica é mais que um clube, é um conceito.

Teodoro

  • *
  • Mensagens: 13153
Re: Grupo da Luz
« Responder #137 em: 05 de Agosto de 2013, 01:13 »
Boa entrevista. Já tive oportunidade de privar com o Bruno Carvalho e percebi que vai continuar activo. Para além da contestação no estádio ou nas redes sociais, é fundamental existirem "rostos da oposição".

Acho que não tem perfil para ser presidente mas espero que um dia integre a direcção.

Também falei com ele pessoalmente na última AG e fiquei agradavelmente surpreendido!
Fé é não querer saber a verdade - Friedrich Nietzsche

Subsultans Papaver

  • *
  • Mensagens: 781
    • Sport Madeira e Benfica
Re: Grupo da Luz
« Responder #138 em: 09 de Agosto de 2013, 04:06 »
Realmente fiquei surpreendido com o gobern, pensava que era um cachalote mas só por gostar de comer..

Nem sócio do Benfica é!!!


Nem verdadeiro benfiquista é.

Quem mete cachecóis do FCP ao pescoço para ver finais europeias dos andrades é tão benfiquista quanto eu sou o Pai Natal.
Sport Madeira e Benfica: o grupo do Facebook para todos os sócios e simpatizantes do Glorioso que sejam oriundos ou vivam no bonito arquipélago da Madeira!

Jasmin

  • *
  • Mensagens: 3631
Re: Grupo da Luz
« Responder #139 em: 10 de Agosto de 2013, 23:09 »
Como pode haver alternativas quando para ser presidente é preciso ter 25 anos de sócio, bigode e orelhas grandes? Acho que só há um..

Ainda me candidato!!!
E não tenho bigode...


Não tarda muito e és o único estatutariamente em condições de ter candidatares à Presidência.
Nesse dia é melhor contratares segurança privada.
Contra a Santa Aliança ganhar, ganhar

Paulopes

  • *
  • Mensagens: 2072
Re: Grupo da Luz
« Responder #140 em: 11 de Agosto de 2013, 07:42 »

Ainda me candidato!!!
E não tenho bigode...


Carai, e tinhas o meu voto!

E o meu tambem! So para te obrigar a ver mais de 10 minutos de futebol!  :ok2:

paulo seiça

  • *
  • Mensagens: 11236
Re: Grupo da Luz
« Responder #141 em: 19 de Agosto de 2013, 17:19 »


Agora fiquei confuso...



Eusébio foi o melhor de todos os tempos - Di Stéfano

pirralho92

  • *
  • Mensagens: 9835
  • Avante, avante p'lo Benfica!
Re: Grupo da Luz
« Responder #142 em: 19 de Agosto de 2013, 17:24 »
Se estás confuso porque não lhe perguntas? Olha que ele responde-te.

paulo seiça

  • *
  • Mensagens: 11236
Re: Grupo da Luz
« Responder #143 em: 19 de Agosto de 2013, 17:30 »
Qual é o facebook dele ?



Eusébio foi o melhor de todos os tempos - Di Stéfano

Rui16

  • *
  • Mensagens: 18391
Re: Grupo da Luz
« Responder #144 em: 19 de Agosto de 2013, 17:33 »

paulo seiça

  • *
  • Mensagens: 11236
Re: Grupo da Luz
« Responder #145 em: 19 de Agosto de 2013, 17:35 »
Thanks, sempre estou para ver se o gajo me responde.



Eusébio foi o melhor de todos os tempos - Di Stéfano

pirralho92

  • *
  • Mensagens: 9835
  • Avante, avante p'lo Benfica!
Re: Grupo da Luz
« Responder #146 em: 19 de Agosto de 2013, 17:36 »
Já agora é curioso ver esse página, o Benfica perde ontem, e a preocupação do individuo é ir ver o que anda o Bruno Carvalho a dizer, falar do Pinto da Costa e apoiar o Vitória de Setúbal, fiquei a pensar porque raio usa ele o nome Benfica na sua página, quando do Benfica fala pouco, 83% gostam daquilo.

Rui16

  • *
  • Mensagens: 18391
Re: Grupo da Luz
« Responder #147 em: 19 de Agosto de 2013, 17:36 »
Thanks, sempre estou para ver se o gajo me responde.




Responde sim, não te preocupes.

Rebelde

  • *
  • Mensagens: 26078
  • Awards: Vencedor Predictor 2015/2016Vencedor Predictor 2012/2013
Re: Grupo da Luz
« Responder #148 em: 19 de Agosto de 2013, 17:48 »
Já respondeu... para todos
Rumo ao 38!

andre_RC10

  • *
  • Mensagens: 20322
Re: Grupo da Luz
« Responder #149 em: 19 de Agosto de 2013, 18:00 »
Engraçado que os posts que realmente interessam não sublinham eles.

Eu mudei radicalmente a opinião sobre o Bruno de Carvalho até acho que encaixava bem numa estrutura Benfiquista e competente. Acho que não tem perfil para ser rpesidente do Benfica mas vejo-o  como um bom aliado numa lista forte.

 

TinyPortal © 2005-2012